Mercado abrirá em 3 h 44 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,19
    +0,75 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +16,40 (+0,93%)
     
  • BTC-USD

    62.045,02
    +239,96 (+0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.450,27
    -1,37 (-0,09%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,55
    -0,28 (-0,00%)
     
  • HANG SENG

    25.774,03
    +364,28 (+1,43%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.316,25
    +25,75 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4123
    +0,0208 (+0,33%)
     

Pedidos de demissão nos EUA atingem máxima recorde em agosto, contratações caem

·1 minuto de leitura
Anúncio de contratação em restaurante da Califórnia, EUA

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que deixaram voluntariamente seus empregos saltou para um recorde em agosto, enquanto as contratações tiveram a maior queda em oito meses, destacando as dificuldades que as empresas enfrentam para preencher milhões de vagas.

O relatório mensal Jolts do Departamento do Trabalho foi divulgado nesta terça-feira na esteira da notícia na sexta passada de que a economia criou o menor número de postos de trabalho em nove meses em setembro.

O relatório Jolts, que também mostrou mais de 10 milhões de vagas na economia, foi outro reflexo de uma economia que enfrenta escassez, o que está impulsionando a inflação e contendo o crescimento.

Os pedidos de demissão aumentaram em 242 mil em agosto, elevando o total a um recorde de 4,3 milhões. Muito provavelmente as pessoas estão deixando seus empregos por medo de contrair a Covid-19.

As contratações diminuíram em 439 mil, para 6,3 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos