Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.247,42
    +1.579,77 (+1,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.923,40
    -308,80 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,65
    +1,22 (+1,43%)
     
  • OURO

    1.842,50
    +30,10 (+1,66%)
     
  • BTC-USD

    41.898,39
    +267,93 (+0,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    995,66
    +0,91 (+0,09%)
     
  • S&P500

    4.566,73
    -10,38 (-0,23%)
     
  • DOW JONES

    35.239,81
    -128,66 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.179,25
    -26,75 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1930
    -0,1141 (-1,81%)
     

PC do Ceará bloqueia criptomoedas em operação

·2 min de leitura
Algemas e Bitcoin, apreensão criptomoedas
Algemas e Bitcoin, apreensão criptomoedas

A Polícia Civil do Ceará (PC-CE) bloqueou R$ 1 milhão em bens de luxo e mais algumas criptomoedas durante uma operação nesta semana.

Ocorrida na última quarta-feira (22), a operação da polícia civil foi deflagrada na cidade de Itapipoca. Esse município tem uma população estimada em 130 mil habitantes e é conhecida como a “cidade dos três climas”, por ter praia, sertão e serras em seu território.

No local, segundo informações divulgadas pela PC, atuava uma organização criminosa que atuava com um forte esquema de lavagem de dinheiro. Essa ação faz parte da Operação Fragmentado, que iniciou em março de 2021, sendo essa a 4.ª vez que mandados são cumpridos em decorrência dessa.

PC do Ceará bloqueia R$ 57 mil em criptomoedas em 4.ª fase de operação

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Ceará (SSPDS), uma organização criminosa no Ceará foi desarticulada nesta semana. O esquema de lavagem de dinheiro tinha como chefe um homem de 25 anos, preso na última quarta.

O trabalho investigado da polícia ainda bloqueou R$ 57 mil em criptomoedas que estavam em posse do chefe da organização. Cerca de R$ 1 milhão em bens de luxo foram bloqueados na ação.

“Após um trabalho investigativo, a Delegacia de Combate aos Crimes de Lavagem de Dinheiro (DCLD), responsável pelo inquérito policial, representou por mandados de prisão, busca e apreensão, que foram deferidos pelo Poder Judiciário e cumprido pelos policiais civis da unidade especializada da PC-CE.”

Segundo informações divulgadas, as investigações começaram para apurar o crime de lavagem de dinheiro. A ação consistia em lavar o dinheiro oriundo da prática de estelionato, que gerava lucros e era convertido em patrimônio.

A polícia civil identificou que o grupo buscava ocultar o patrimônio, usando “laranjas” para colocar bens em nome destes, além da lavagem de dinheiro. Os crimes apurados eram cometidos contra bancos, mediante a abertura de contas bancárias com documentos falsos.

Vários cartões magnéticos apreendidos, impressoras de falsificação e mais

Além de criptomoedas, vários itens apreendidos pela polícia civil foram sequestrados para o estado.

Vários cartões magnéticos de bancos, impressoras utilizadas para falsificações, uma televisão e até equipamentos de uma academia particular foram apreendidos. Além disso, imóveis e terrenos em posse da organização criminosa já se encontram bloqueados pela justiça.

Em nota, a investigação estima que o trabalho resultou no sequestro de R$ 1 milhão em bens. O delegado Ismael Araújo, titular da DCLD, não descarta novas investigações sobre esse caso.

Vamos prosseguir com a investigação para aferir possíveis desdobramentos do esquema criminoso”.

Cartões apreendidos em operação da PC do Ceará
Cartões apreendidos em operação da PC do Ceará

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos