Mercado abrirá em 2 h 22 min
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,02
    -0,19 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.843,70
    +2,50 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    30.283,62
    +1.313,98 (+4,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    675,40
    +23,17 (+3,55%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.433,40
    +130,66 (+1,79%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    12.071,50
    +193,25 (+1,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1807
    -0,0381 (-0,73%)
     

Paxlovid: remédio da Pfizer é eficaz contra a Ômicron, aponta estudo

·2 min de leitura

A farmacêutica norte-americana Pfizer anunciou, na terça-feira (18), que o antiviral paxlovid é também eficaz no tratamento contra a variante Ômicron (B.1.1.529) do coronavírus SARS-CoV-2. A descoberta da eficácia da pílula de uso oral é importante para combater a nova onda da covid-19 que atinge diferentes países do mundo, como o Brasil.

Em nota, A Pfizer afirma que "esses estudos in vitro sugerem que o Paxlovid tem o potencial de manter as concentrações plasmáticas muitas vezes mais altas do que a quantidade necessária para impedir a replicação do Ômicron nas células", o que impediria o avanço da infecção.

Testes em laboratório apontam para a eficácia do remédio da Pfizer contra a variante Ômicron (Imagem: Reprodução/RW Footage/Envato)
Testes em laboratório apontam para a eficácia do remédio da Pfizer contra a variante Ômicron (Imagem: Reprodução/RW Footage/Envato)

"Os dados sugerem que nossa terapia oral contra a covid-19 pode ser uma ferramenta importante e eficaz em nossa batalha contínua contra esse vírus devastador e as Variantes de Preocupação [VOC], incluindo a Ômicron", explicou Mikael Dolsten, porta-voz da empresa, em comunicado.

Até o momento, os estudos não foram revisados por pares e nem publicados em uma revista científica. Segundo a empresa, as pesquisas já foram submetidas para a publicação.

Remédio da Pfizer contra covid

Vale lembrar que o remédio paxlovid já obteve autorização de uso emergencial nos Estados Unidos em dezembro de 2021. No mesmo mês, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou o antiviral para o tratamento de adultos com covid-19, quando há risco de desenvolverem formas graves da doença. Na terça-feira (18), a fórmula foi aprovada no Canadá.

A medicação pode ser usada em casa e, segundo os estudos da farmacêutica, reduz o risco de hospitalização ou morte em cerca de 89% dos casos, quando comparado com placebo em doentes de alto risco. O protocolo é que o uso da medicação seja iniciado nos primeiros dias do aparecimento dos sintomas.

Além do antiviral, o tratamento completo combina nirmatrelvir — que bloqueia a replicação do vírus, inibindo a enzima protease — e o ritonavir — cuja função é aumentar a duração do efeito.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos