Mercado abrirá em 7 h 52 min
  • BOVESPA

    117.560,83
    +362,83 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,88 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,29
    -0,16 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.717,70
    -3,10 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    19.946,19
    -414,46 (-2,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    453,96
    -9,17 (-1,98%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,96 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.809,40
    -202,75 (-1,13%)
     
  • NIKKEI

    27.105,73
    -205,57 (-0,75%)
     
  • NASDAQ

    11.511,00
    -30,75 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0965
    -0,0170 (-0,33%)
     

Paulo Guedes volta a se reunir com empresários para falar de reforma tributária

·1 min de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 13.07.2021 - O ministro da Economia, Paulo Guedes. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 13.07.2021 - O ministro da Economia, Paulo Guedes. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro da economia, Paulo Guedes, volta a se encontrar com empresários nesta sexta-feira (16) para falar sobre a reforma tributária, em São Paulo.

Estão na lista de convidados nomes como Washington Cinel (Gocil), Alberto Saraiva (Habib’s), Marco Stefanini (Stefanini Solutions), João Appolinário (Polishop), Edgard Corona (SmartFit), Candido Júnior (Hapvida), Rafael Furlanetti (XP Investimentos), Vander Giordano (Multiplan) e Sebastião Bomfim (Centauro), além de representantes de entidades como Gabriel Kanner, do Instituto Brasil 200, e Nabil Sahyoun, da Alshop (associação que reúne lojistas de shoppings).

Segundo Sahyoun, os principais pontos da conversa serão simplificação dos tributos, desoneração da folha de pagamento e desburocratização da reforma.

"Também queremos diminuir da tributação. A gente entende que essa é uma promessa feita pelo próprio ministro, junto com o presidente da República, de que a reforma tributária não teria aumento de impostos", diz. ​

​José Tostes, secretário especial da Receita Federal, e Guilherme Afif Domingos, assessor especial do ministro, o acompanham no encontro.

Há exatamente uma semana, Guedes foi ouvir os lamentos de outro grupo de empresários, como Luiz Carlos Trabuco (Bradesco), Michael Klein (Grupo CB) e José Olympio Pereira (Credit Suisse), além de Cinel, Furlanetti e Giordano, que voltam nesta sexta.

Na ocasião, uma das principais reclamações, segundo alguns dos presentes, era a taxação dos dividendos e a pressa na tramitação da proposta.