Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.213,33
    +3.795,09 (+6,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Paulo Guedes: “Cresceremos o dobro que o FMI está prevendo”

·2 minuto de leitura
Brazil's President Jair Bolsonaro looks on near Brazil's Economy Minister Paulo Guedes during an inauguration ceremony of the new Brazilian National Development Bank (BNDES) President at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil July 16, 2019. REUTERS/Adriano Machado     TPX IMAGES OF THE DAY
Brazil's President Jair Bolsonaro looks on near Brazil's Economy Minister Paulo Guedes during an inauguration ceremony of the new Brazilian National Development Bank (BNDES) President at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil July 16, 2019. REUTERS/Adriano Machado TPX IMAGES OF THE DAY
  • Ministro mostra confiança em projeção da economia para 2022;

  • Guedes está em Washington participando de reuniões do FMI e do Banco Mundial;

  • Ministro aposta em crescimento de 2,5% em 2022, enquanto FMI projeta 1,5%.

Confiante na projeção de que o Brasil vai crescer 2,5% em 2022, o ministro da Economia, Paulo Guedes declarou nesta quarta-feira (13), que o Fundo Monetário Internacional (FMI), “vai errar de novo” ao estimar um avanço bem mais tímido do PIB (Produto Interno Bruto) no ano que vem, de apenas 1,5%.

O ministro atribuiu o “erro” nas estimativas do FMI por conta do “barulho político” em torno de medidas do atual governo e por conta da expectativa dos avanços de reformas no Congresso Nacional.

Leia também:

No ano passado, o Fundo chegou a prever uma queda de 9,1% no PIB por conta da pandemia de Covid-19 que assolou o mundo, mas o resultado acabou por ser menos negativo, com uma queda de 4,1%, por conta de programas que garantiram transferência de renda a vulneráveis, além da manutenção de empregos.

Nas projeções para 2022, o FMI se soma a economistas que projetam um crescimento mais tímido no ano que vem. Na mediana do Boletim Focus, coletado pelo Banco Central, a expectativa está em alta de 1,57%. A equipe econômica do Governo Federal tem criticado as previsões.

“O FMI vai errar de novo, eles continuam fazendo isso. O crescimento será de mais de 2% em 2022”, disse Guedes. “Temos confiança que cresceremos o dobro do que o FMI está prevendo”, acrescentou o ministro em outro momento de sua fala. Para ele, o “erro” do FMI é explicado pelo “barulho político”. Guedes tem citado a expressão constantemente em suas falas públicas para tentar separar conflitos das medidas concretas. “Os perdedores continuam gritando, e nós, trabalhando”, disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos