Mercado fechará em 5 h 17 min

Patrulha canina: cães-robôs vão patrulhar base da Força Espacial dos EUA

Patrulha canina: cães-robôs vão patrulhar base da Força Espacial dos EUA
Patrulha canina: cães-robôs vão patrulhar base da Força Espacial dos EUA
  • Os veículos não tripulados da Força Espacial dos EUA são quadrúpedes semelhantes a “cães robôs”

  • Uma demonstração ocorreu na estação espacial do Cabo Canaveral nos dias 27 e 28 de julho;

  • Os equipamentos serão usados para avaliação de danos e patrulhas a fim de “ economizar horas de trabalho significativas".

A Força Espacial dos EUA realizou uma demonstração usando veículos não tripulados semelhantes a cães para patrulhas de segurança e outras tarefas repetitivas. A demonstração usou pelo menos dois Vision 60 Q-UGVs, ou "cães robôs", construídos pela Ghost Robotics e ocorreu na estação espacial do Cabo Canaveral nos dias 27 e 28 de julho.

De acordo com um comunicado do Departamento de Defesa, os cães robôs serão usados na unidade de lançamento Delta 45 para avaliação de danos e patrulhas a fim de “ economizar horas de trabalho significativas". A unidade responsável por todas as operações de lançamento espacial do Kennedy Space Center e do Cabo Canaveral.

Imagens da demonstração mostram o pessoal operando os robôs com um controlador manual dentro de um hangar. Os Ghost Robotics Vision 60 Q-UGVs podem ser equipados com uma ampla variedade de sensores ópticos e acústicos, permitindo que eles sirvam como "olhos e ouvidos" automatizados em torno de instalações sensíveis, como uma base da Força Espacial. Os robôs podem ser operados de forma autônoma ou por um controlador humano e podem até responder a comandos de voz.

Eles também podem servir como nós de comunicação miniaturizados, transportando antenas para estender rapidamente as redes além da infraestrutura existente ou em locais onde essa infraestrutura não existe.

.Os Ghost Robotics Q-UGVs foram projetados para resistir à água e ao clima e foram recentemente demonstrados com uma carga útil semelhante a uma cauda, ​​​​permitindo que eles viajem debaixo d'água. Além de suas aplicações militares, os cães robôs também estão sendo observados para uso em gerenciamento de emergências, segurança pública e inspeção industrial.