Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,30 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,70
    -0,58 (-0,76%)
     
  • OURO

    1.751,10
    -2,90 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    16.463,57
    -9,26 (-0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    387,02
    +4,37 (+1,14%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.180,45
    -102,58 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    11.702,50
    -80,25 (-0,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6174
    -0,0070 (-0,12%)
     

Passagem área na executiva esquenta mercado de ofertas

*ARQUIVO* SAO PAULO , SP , 10.10.2022 , BRASIL , Saguão do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, nas áreas de checkin de Gol e Latam, por volta das 18h; filas e confusão diminuíram ao longo do dia após caos. (Foto: Camila Marques / Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO , SP , 10.10.2022 , BRASIL , Saguão do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, nas áreas de checkin de Gol e Latam, por volta das 18h; filas e confusão diminuíram ao longo do dia após caos. (Foto: Camila Marques / Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Sem dar trégua, o preço elevado das passagens aéreas forçou passageiros mais afortunados, que preferem voos de classe executiva, a embarcarem no mundo dos descontos.

Essa situação permitiu que a FlyBy se firmasse como a primeira empresa que vende bilhetes na classe executiva com descontos de até 50% do preço cobrado pelas companhias e agências de viagem.

Sem revelar seus números, considerados estratégicos, ela afirma ter triplicado suas vendas no terceiro trimestre, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Nesse período, a empresa diz ter reservado 7 mil assentos em voos.

Para oferecer os descontos na classe executiva, a Flyby opera com o modelo de programas de milhas, que até o momento só vinha sendo utilizado por outras companhias na comercialização de passagens na classe econômica.

Os destinos mais procurados pelos passageiros com assentos na executiva foram Miami, Fort Lauderdale e Orlando, todas cidades da Flórida (EUA).