Mercado abrirá em 6 h 6 min
  • BOVESPA

    117.560,83
    +362,83 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,88 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,16
    -0,29 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.717,00
    -3,80 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    19.868,58
    -370,94 (-1,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    452,48
    -10,64 (-2,30%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,96 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.780,07
    -232,08 (-1,29%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.471,00
    -70,75 (-0,61%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0850
    -0,0285 (-0,56%)
     

Passageira viraliza ao receber água como refeição vegana em voo de 10 horas

Vídeo de 6 segundos no TikTok em voo ironizando a situação recebeu mais de 134 mil curtidas
Vídeo de 6 segundos no TikTok em voo ironizando a situação recebeu mais de 134 mil curtidas

(Getty Images)

  • Passageira da Air Canada recebe garrafa de água em vez de refeição vegana;

  • Miriam Porter encomendou as refeições com antecedência, mas não as obteve durante o voo;

  • Trajeto tinha duração de 10 horas; comissária conseguiu algumas frutas e pães para ela.

Uma passageira da Air Canada viralizou no TikTok ao publicar um vídeo em que mostra que, no lugar das duas refeições quentes prometidas pela empresa, recebeu apenas uma garrafa de água e um guardanapo para saciar a fome em um voo com duração de 10 horas.

A escritora Miriam Porter partiu de Frankfurt (Alemanha) em direção a Toronto (Canada). Por ser vegana, encomendou as refeições especiais à companhia aérea com um mês de antecedência e as confirmou três vezes. Entretanto, a situação não saiu como o combinado.

Conforme relatou ao Insider, Miriam ganhou apenas a garrafa de água enquanto os demais passageiros aproveitavam suas refeições. Ao dar à passageira a má notícia sobre a indisponibilidade de sua comida, a tripulação acrescentou que “esse tipo de coisa acontece”.

Por sorte, uma funcionária se solidarizou com Miriam e tentou resolver o problema. “Fiquei grata à gentil comissária de bordo que me trouxe frutas para a primeira refeição e também uma barra de granola quando todos fizeram sua segunda refeição quente e eu não comi nada de novo”, comentou ao portal.

O vídeo de seis segundos ironizando a situação recebeu mais de 134 mil curtidas e 1,5 mil comentários. Em resposta a um internauta, Miriam explicou que costuma levar sua própria comida, mas ficou de mãos atadas depois de encarar um atraso de 24 horas, que a impossibilitou de preparar qualquer coisa.

O Air Canada não respondeu ao pedido de comentário do Insider. Em seu site, afirma que só pode garantir refeições veganas se o viajante enviar a solicitação mais de 24 horas antes da partida do voo – o que foi cumprido por Miriam.