Mercado abrirá em 5 mins

Parque temático da Nintendo tem abertura adiada “indefinidamente”

Rafael Arbulu

O parque temático “Super Nintendo World”, uma extensão do Universal Studios em Osaka, no Japão, teve a sua abertura adiada indefinidamente, segundo relata o NHK World. O motivo, à essa altura, é até bem óbvio: a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e a crescente onda de novos casos de contaminação pela COVID-19, a doença que deriva dele.

A extensão do parque da Universal é totalmente concentrada nos personagens criados pela Nintendo, e sua construção já havia sido paralisada há alguns meses, sendo recentemente retomada e, segundo os operadores, está praticamente terminada, com apenas alguns estandes de comida faltando. A ideia da Universal era a de abrir as novas atrações ao final de julho.

Entretanto, a empresa disse que a agenda terá que ser reajustada, pois, embora o Japão não esteja na mesma situação de crise em que se encontram os Estados Unidos e o Brasil, por exemplo, o surgimento de novos casos recentes da COVID-19 reacenderam a apreensão. Segundo a Universal, a abertura da nova parte do parque traria um fluxo ampliado de visitantes, e aglomerações de pessoas são um ponto forte de proliferação do novo coronavírus.

A Universal investiu cerca de US$ 560 milhões (pouco mais de R$ 3,02 bilhões na cotação de hoje) entre gastos com construção e licenciamento dos personagens da Nintendo.

No que tange o restante do parque, a Universal promoveu a sua reabertura no último dia 8, com várias ressalvas: até o momento, apenas pessoas que moram no distrito de Kansai é que podem entrar, com operadores usando e disponibilizando máscaras e álcool em gel, além de limitar o número de visitantes simultâneos.

Fonte: Canaltech