Mercado fechará em 3 h 29 min
  • BOVESPA

    122.004,78
    +95,75 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.297,06
    -570,09 (-1,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,97
    +0,05 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.835,70
    -1,90 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    56.235,48
    -1.835,89 (-3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.505,57
    +1.262,89 (+520,39%)
     
  • S&P500

    4.143,20
    -45,23 (-1,08%)
     
  • DOW JONES

    34.208,99
    -533,83 (-1,54%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.013,81
    -581,89 (-2,03%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.318,75
    -38,00 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3450
    +0,0048 (+0,08%)
     

Parlamento Europeu dá apoio inicial a acordo comercial com Reino Unido

Philip Blenkinsop
·1 minuto de leitura
Parlamento Europeu dá apoio inicial a acordo comercial com Reino Unido

Por Philip Blenkinsop

BRUXELAS (Reuters) - As comissões do Parlamento Europeu para relações com o Reino Unido votaram esmagadoramente a favor do acordo comercial e de cooperação pós-Brexit, abrindo caminho para sua ratificação final.

As comissões haviam suspendido a votação em março, em protesto contra as mudanças britânicas nos acordos comerciais na Irlanda do Norte, que Bruxelas diz violar os termos do Acordo de Retirada do Brexit.

O Reino Unido deixou a União Europeia (UE) em 31 de dezembro, após anos de negociações tortuosas sobre suas relações futuras, mas muitos detalhes permanecem obscuros, levando a um mal-estar entre os dois lados.

Os comitês de relações exteriores e comerciais da UE apoiaram o acordo de comércio e cooperação firmado em dezembro por 108 votos a um, com quatro abstenções, disse o Parlamento em um comunicado.

O plenário ainda deve dar sua aprovação e, embora esteja claro que o acerto receberá o apoio da maioria, não há certeza de que os parlamentares o votarão.

O Parlamento tem até o fim de abril para votar o texto, mas disse que quer ver o Reino Unido avançar na implementação do protocolo relativo à Irlanda do Norte.

Se não houver votação neste mês e a aplicação provisória do acordo não for prorrogada, ele deixará de ser aplicável. Restaria ao Reino Unido e à União Europeia negociar tarifas e cotas nos termos da Organização Mundial do Comércio (OMC).