Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.744,17
    -180,04 (-0,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Park Beyond | Estúdio criou palavra para definir insanidade do jogo

·3 minuto de leitura

“Impossification”, ou “impossificação”, em tradução livre para português. O time de desenvolvedores da Limbic Entertainment criou uma palavra nova para definir o conceito de tornar algo impossível na vida real, possível dentro de um jogo.

O conceito serviu de base para Park Beyond, próximo jogo do estúdio que chega para PlayStation 5, Xbox Series X, Series S e PC em 2022.

A aventura é um simulador de gerenciamento de parque de diversões, como RollerCoaster Tycoon, mas com um diferencial: os jogadores vão poder criar atrações que desafiam o que é possível na nossa realidade.

Roda-gigante "impossificada" por Park Beyond (Imagem: Montagem/Divulgação/Bandai Namco)
Roda-gigante "impossificada" por Park Beyond (Imagem: Montagem/Divulgação/Bandai Namco)

No jogo, uma Roda-gigante pode virar uma atração radical, com várias rodas formando um conjunto de engrenagens. Um barco viking, por sua vez, vira um tanque submarino atacado por uma lula de verdade.

Barco viking em Park Beyond (Imagem: Montagem/Divulgação/Bandai Namco)
Barco viking em Park Beyond (Imagem: Montagem/Divulgação/Bandai Namco)

Para deixar a experiência em uma escala ainda maior de insanidade, as atrações do parque podem evoluir, como um Pokémon ou Digimon. Cada atração possui dois níveis de “impossificação", ficando a cada upgrade, mais improváveis de existirem na vida real.

Um carrossel normal, por exemplo, pode evoluir para um torre de carrossel e, depois, para um prédio de carrosséis tunados.

(Imagem: Montagem/Divulgação/Bandai Namco)
(Imagem: Montagem/Divulgação/Bandai Namco)

A convite da Bandai Namco, o Canaltech participou de uma apresentação de Park Beyond com os desenvolvedores da Limbic Entertainment. Durante a conversa, o CEO Stephan Winter declarou que o estúdio queria proporcionar uma experiência que fosse muito além da imaginação dos jogadores.

Park Beyond apresenta um módulo de criação para atrações de parque que ignora a gravidade e outras leis da física. Para montar uma montanha-russa, por exemplo, o jogador vai contar com as possibilidades de incluir um canhão para atirar os passageiros e até um carrinho de brinquedo equipado com planadores.

(Imagem: Divulgação/Bandai Namco)
(Imagem: Divulgação/Bandai Namco)

Para ajudar na imersão na fantasia, Park Beyond deixará o jogador explorar as atrações com uma câmera de visão em primeira pessoa.

Assim como RollerCoaster Tycoon - a grande referência quando tratamos de gerenciadores de parques de diversão -, Park Beyond vai chegar aos computadores. Um diferencial, segundo o time da Limbic, é a adaptação dos controles para PlayStation 5 e Xbox Series.

As ferramentas de construção e modulação de montanhas-russas foram adaptadas para os acessórios de videogame, prometendo uma experiência satisfatória e responsiva mesmo longe do mouse e teclado.

O jogo ainda apresenta um modo história com uma campanha que promete vilões, heróis e muitas reviravoltas enquanto o jogador constrói um império no ramo da diversão. Na aventura, você controla um arquiteto que deve discutir o destino de um parque com Phil, um entusiasta veterano, e Izzy, uma severa executiva. Além da construção modular de montanhas russas e outras atrações, o jogador vai precisar participar de reuniões de negócios com Phil e Izzy para traçar o futuro do empreendimento.

Park Beyond chegará com legendas e menus localizados para português do Brasil.

Sobre a Limbic Entertainment

Park Beyond é o primeiro grande projeto anunciado pela Limbic após a Bandai Namco comprar uma pequena parcela da empresa em fevereiro deste ano. A publicadora e o estúdio anunciaram o desenvolvimento de duas novas franquias, a primeira sendo provavelmente o gerenciador de parques.

(Imagem: Divulgação/Bandai Namco)
(Imagem: Divulgação/Bandai Namco)

O jogo está em desenvolvimento há dois anos. A Limbic Entertainment é um estúdio alemão fundado há 19 anos. Ao todo, mais de 80 pessoas trabalham na empresa. O estúdio foi indicado a melhor jogo de estratégia com Tropico 6 no The Game Awards de 2019.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos