Mercado fechado

Parentes de morto levam cadáver à seguradora para provar morte

O atraso no pagamento impediu a família de fazer os rituais tradicionais de sepultamento (Foto: Reprodução/News 24)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Empresa se recusava a pagar indenização por um ‘problema de documentação’

  • Elas tiveram ajuda de um necrotério e uma funerária para transportar o corpo

Uma família de KwaZulu-Natal, na África do Sul, precisou recorrer a métodos extremos para receber o seguro de vida um parente morto: levaram o cadáver até a seguradora para provar que ele estava morto.

Ntombenhle Mhlongo e Thandaza Mtshali carregaram o corpo de seu tio, Sifiso Justice Mtshali, até a seguradora após nove dias de atraso no pagamento de 1.700 libras, equivalentes a cerca de R$ 9.200. Por conta da demora, a família não conseguiu cumprir os rituais tradicionais de sepultamento.

"Não somos pessoas ricas. Somos pobres, e eles estão se recusando a nos pagar. Estamos arrasados. Estamos tentando (receber) há nove dias, embora eles tenham dito que resolveriam tudo em 48 horas", relatou Ntombenhle à emissora News 24.

Leia também

Funcionários do necrotério local e de uma funerária da região ajudaram as duas no transporte do corpo. A ação foi filmada por outros familiares, e o vídeo viralizou nas redes sociais:

“[EXPONDO A OLD MUTUAL] Uma família trouxe o seu parente morto depois de a Old Mutual se negar a pagar a indenização delas. A arrogância da empresa está fedendo agora. Que vergonha! Que a alma dessa pobre pessoa descanse em paz. Por favor, compartilhem!”

Nos comentários, usuários se comoveram com a situação:

“Estou traumatizado. A família deve ter passado por muita coisa para fazer isso com seu parente morto.”

A empresa, Old Mutual, alega que a demora no pagamento da indenização aconteceu por conta de um “problema de documentação”, mas aceitou pagar o seguro imediatamente após ver o corpo.