Mercado fechará em 2 h 11 min
  • BOVESPA

    108.250,92
    -151,35 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.168,24
    -186,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,51
    -0,25 (-0,28%)
     
  • OURO

    1.811,10
    +5,90 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    23.047,08
    -891,16 (-3,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,22
    -22,13 (-3,97%)
     
  • S&P500

    4.117,67
    -22,39 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    32.745,56
    -86,98 (-0,26%)
     
  • FTSE

    7.488,15
    +5,78 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    20.003,44
    -42,33 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    12.989,50
    -193,75 (-1,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2505
    +0,0411 (+0,79%)
     

CORREÇÃO (OFICIAL)-Parceria sino-brasileira TEVX Higer faz acordo com Ceará para fábrica de ônibus elétrico

(Empresa corrigiu moeda no 2º parágrafo para dólares, não reais)

SÃO PAULO (Reuters) - A TEVX Higer, uma parceria entre um grupo de empresários brasileiros e a chinesa Higer Bus, anunciou nesta quinta-feira acordo preliminar com governo do Ceará para a instalação de uma fábrica de montagem de ônibus elétricos em Pecém, que abriga um dos mais importantes polos portuários do país.

O projeto, alvo de um acordo de intenções assinado nesta quinta-feira, prevê início de produção em 2024 e envolve investimento de 20 milhões de dólares. A capacidade anual da fábrica será de 350 veículos que poderá ser dobrada em 2025, informou a companhia.

A fábrica inicialmente será em modelo "PKD", em que a estrutura monobloco do veículo virá pronta da China, recebendo componentes como vidros, assentos e motor na unidade, informou a companhia.

A instalação será a primeira da marca chinesa na América Latina. Em um "segundo momento" a empresa pretende ampliar a gama de produtos no Brasil com a venda de vans elétricas.

Na véspera, a Mercedes-Benz estimou uma demanda de ônibus elétricos no Brasil da ordem de 3 mil veículos até 2024, a maior parte rodando em transporte urbano na cidade de São Paulo, cuja prefeitura pretende ter 2.600 veículos eletrificados em operação até lá.

A companhia alemã também informou que vai começar entre novembro e dezembro deste ano a montar seu primeiro ônibus elétrico movido a bateria no Brasil, o EO500U com capacidade para 84 passageiros.

No Brasil, a Higer já atua com dois modelos que são atualmente importados. O modelo urbano é o Azure A12 BR, com autonomia de cerca de 270 quilômetros, tempo de recarga de até 3 horas e capacidade para 70 passageiros. O modelo estava em teste na cidade de São Paulo. Já o rodoviário FE10BR, tem bateria de fosfato de ferro-lítio, com autonomia de 400 quilômetros, tempo de recarga de 2,5 horas e capacidade para 41 passageiros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos