Mercado abrirá em 9 h 51 min
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.782,40
    +5,00 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    33.822,00
    +983,12 (+2,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    810,91
    +16,58 (+2,09%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.567,53
    +257,77 (+0,91%)
     
  • NIKKEI

    28.916,68
    +32,55 (+0,11%)
     
  • NASDAQ

    14.293,00
    +34,75 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9130
    -0,0068 (-0,11%)
     

Paraná confirma primeiro caso da variante indiana no estado

·2 minuto de leitura
Paraná confirma primeiro caso da variante indiana no estado
Paraná confirma primeiro caso da variante indiana no estado

O governo do Paraná informou na quarta-feira (2) que identificou no estado o primeiro caso de contaminação pela variante indiana da Covid-19 B.1.617. O vírus foi encontrado em uma moradora de 71 anos da cidade de Apucarana e que possui comorbidades.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a paciente fez a primeira coleta de exame RT-PCR para diagnóstico da doença no dia 26 de abril e chegou a ser hospitalizada, mas teve alta. A confirmação da variante foi constatada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) através do sequenciamento genômico do vírus SARS-CoV-2.

A idosa morava com o marido, de 74 anos, e o filho, de 58. Os três foram diagnosticados com Covid-19 e infelizmente o filho não resistiu e morreu no dia 17 de maio. A Sesa não soube informar se a família viajou ou teve contato com alguém da Índia, no entanto, a equipe de Vigilância Epidemiológica da cidade está acompanhando de perto os familiares e pessoas que tiveram contato. O órgão também abriu uma investigação sobre o caso.

Além desse, existe ainda outro caso suspeito de contaminação pela variante no estado, mas no município de Cascavel. A Fiocruz já possui os exames do paciente, um homem de 38 anos, e aguarda os resultados para informar a secretaria de saúde do Paraná.

Paraná confirma primeiro caso da variante indiana no estado. Imagem: Shutterstock
Paraná confirma primeiro caso da variante indiana no estado. Imagem: Shutterstock

Leia mais!

Variantes ganham nomes

Recentemente, para facilitar a diferenciação e evitar estigmas, a Organização Mundial de Saúde (OMS) deu nomes próprios para cada cepa que vem sendo descoberta no mundo.

A ideia é evitar que as variantes sejam chamadas pelo nome do país onde elas foram encontradas pela primeira vez. Com os novos nomes, cada cepa passa a ser conhecida por uma letra diferente do alfabeto grego.

Classificadas como Variantes de Preocupação, que mudam o vírus de forma mais profunda e podem ser formas mais contagiosas da doença a B.1.1.7, encontrada pela primeira vez no Reino Unido, passa a se chamar Alpha. A B.1.617.2, localizada na Índia, se torna a Delta. A variante da Covid-19 que surgiu aqui no Brasil passa a ser a Gamma e a sul-africana a Beta.

Clique aqui para conferir mais detalhes e todos os novos nomes.

Fonte: Agência Brasil

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos