Mercado fechado

Parada de Ação de Graças da Macy's em NY será exclusiva para TV

·2 minutos de leitura

NOVA YORK (Reuters) - A pandemia de coronavírus está transformando a Parada do Dia de Ação de Graças da Macy's deste ano em um espetáculo visto apenas pela televisão, disse a cidade de Nova York nesta segunda-feira, com os tradicionais balões gigantes puxados por veículos em vez de humanos e a proibição de crianças.

Milhares de espectadores de olhos arregalados que normalmente vão para as ruas da cidade assistir ao tradicional parada da Macy's, foram aconselhados a celebrar o desfile de seus sofás na frente da televisão.

"Sob os desafios únicos desses tempos sem paralelos, sentimos que era importante continuar esta tradição do feriado que tem sido o ato de abertura para a temporada de final de ano para gerações de famílias", disse Susan Tercero, produtora executiva do desfile, em comunicado.

O prefeito Bill de Blasio disse que Nova York trabalhou em estreita colaboração com a Macy's para chegar a um plano seguro e criativo para manter o desfile dentro do cronograma de Nova York, que foi o epicentro da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos.

Para realizar um desfile virtual para 50 milhões de espectadores em todo o país, a Macy's anunciou mudanças drásticas como uma redução de 75% no número total de palhaços, dançarinos e outros participantes da parada. Bandas marciais de colégios e faculdades de todo o país que ganharam a honra de serem escolhidas para se apresentar terão a participação adiada até o desfile de 2021, com apenas bandas profissionais locais e conjuntos musicais na programação deste ano.

"Todos os participantes estarão adequadamente distanciados socialmente durante as apresentações e serão obrigados a usar coberturas faciais e equipamentos de proteção individual adicionais, dependendo de sua função", disse a Macy's em comunicado.

Os característicos balões gigantes da Macy's voarão sem humanos puxando-os, "em vez disso, empregarão uma estrutura inovadora de veículo âncora especialmente equipada com cinco veículos especiais", disse o comunicado.

No ano da pandemia de Covid-19, o espetáculo que tem sido uma grande diversão para crianças por quase um século proibirá a participação de qualquer pessoa com menos de 18 anos de idade, anunciou a Macy's.

(Por Barbara Goldberg)