Mercado fechará em 3 h 15 min
  • BOVESPA

    121.531,97
    -2.044,59 (-1,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.082,66
    -551,25 (-1,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,12
    -2,44 (-3,46%)
     
  • OURO

    1.814,10
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    39.490,09
    +1.246,17 (+3,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    975,61
    +48,85 (+5,27%)
     
  • S&P500

    4.404,66
    -18,49 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    34.813,55
    -302,85 (-0,86%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.061,00
    +14,75 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2027
    +0,0372 (+0,60%)
     

Para rede social herdeira do Orkut, brasileiros buscam conversas amenas na web

·2 minuto de leitura

A maioria das redes sociais virou palco para aguerridas brigas, desrespeito à opinião do próximo e debates nada amigáveis. Isso faz com que muita gente busque alternativas mais descontraídas e leves, como é o caso da Hello, a rede social de Orkut Buyukkokten. Recentemente, a plataforma lançou uma versão 3.0 completamente remodelada para oferecer uma nova experiência em mídias sociais.

Segundo a rede, após a atualização, houve um retorno positivo dos usuários, sendo que 74% deles tiveram uma experiência bacana para fazer novas amizades ou conhecer gente. O levantamento identificou que o principal anseio é por encontros virtuais e conexões que mantenham interesses em comum. As pessoas esperam manter um clima cordial e sem discussões, promovendo a integração em vez da animosidade que toma conta de outras plataformas.

Dentre as adições da nova versão, a Hello buscou priorizar as conversas individuais, bate-papo em grupos e interações entre usuários. O feed foi redesenhado para dar mais ênfase aos criadores de conteúdo e exibir os comentários mais recentes, além de permitir imagens dos jots — o nome dado aos posts de fotografias na rede — em tamanhos maiores. A plataforma trouxe um modelo de comentários e legendas mais destacados com intuito de incentivar o engajamento.

A atualização 3.0 também aprimorou a possibilidade de marcar personas e comunidades, um dos diferenciais da rede, tornando tudo mais simples. Outra modernização foi no aspecto visual para acompanhar as tendências de design e experiência do usuário.

Segundo o CEO e fundador, a rede foi moldada sob as críticas e sugestões dos brasileiros para ofertar recursos que impulsionam os encontros entre pessoas com gostos similares. Orkut destaca que a população daqui valoriza muito o senso de comunidade, por isso os desenvolvedores têm se debruçado para melhorar esse recurso.

Brasileiros são maioria por lá

Dados do aplicativo mostram que o país com mais usuários na plataforma é o Brasil — são centenas de comunidades recheadas de brazucas, algumas com mais de 21 mil membros inscritos. “Valorizamos muito o feedback dos usuários para melhorar a experiência no app Hello. Fico impressionado como os brasileiros são incríveis, engajados, movimentam a rede, contribuem muito com o desenvolvimento e mantêm vivas e fortes as comunidades, inspiradas na minha antiga rede, que considero nosso antecessor espiritual”, complementa Orkut.

Orkut aposta no público brasileiro para fazer a Hello decolar (Imagem: Divulgação/Hello)
Orkut aposta no público brasileiro para fazer a Hello decolar (Imagem: Divulgação/Hello)

A hello é 100% gratuita e está disponível apenas para Android. Você já experimentou? O que achou dela? Deixe suas impressões nos comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos