Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.389,69
    +112,73 (+0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Para que serve o apêndice?

·2 min de leitura

O corpo humano possui muitos mistérios, e um deles é para que serve o apêndice. Por muito tempo, considerou-se este órgão linfático como uma verdadeira inutilidade, que só era lembrada no desenvolvimento de quadros de apendicite. No entanto, com o passar dos anos e o surgimento de novos estudos, a ciência permitiu descobrir sua importância.

Primeiramente, é preciso entender que o apêndice é um tubo fino no abdome inferior direito, localizado onde o intestino delgado encontra o intestino grosso. Sua função exata não é clara, o que leva alguns cientistas a acreditar que se trata de um resquício evolutivo incapaz de trazer benefícios à saúde.

Em 2007, uma equipe da Duke University descobriu que o apêndice possui uma espécie de película constituída por bactérias benéficas, responsáveis pela produção de ácidos capazes de atravessar a corrente sanguínea e proteger o cérebro. Essas bactérias suprem possíveis faltas no intestino, durante um caso de diarreia, por exemplo.

Para que serve o apêndice?

Apêndice fica onde o intestino grosso e o intestino delgado se encontram (Imagem: LightFieldStudios/envato)
Apêndice fica onde o intestino grosso e o intestino delgado se encontram (Imagem: LightFieldStudios/envato)

Futuros estudos descobriram que, além dessa função de armazenar bactérias, o apêndice também ajuda o intestino a responder a determinadas ameaças. Com isso, pessoas sem apêndice tendem a ter risco maior de uma infecção bacteriana.

No ano passado, um artigo publicado na revista científica Journal of Anatomy sugeriu que o apêndice ainda pode ter relação com uma maior longevidade. Em outras palavras, seres vivos que possuem esse órgão tendem a viver mais. Outras pesquisas elevaram ainda mais o nível da questão, e chegaram a sugerir que o apêndice pode ter um papel na conexão entre o intestino e o cérebro, o que influencia em doenças neurodegenerativas.

Apendicite

O que leva muitos a duvidarem da importância do apêndice é a temida apendicite, causada quando algum corpo estranho obstrui a estrutura do órgão, levando a inchaço e criando um abscesso (uma bolsa de pus que se acumula em tecidos) que facilita a proliferação de bactérias. Os sintomas da apendicite podem incluir:

  • Dor na parte inferior direita do abdômen

  • Vômito

  • Febre

A abordagem tradicional para o tratamento da apendicite é a cirurgia. Cada vez mais, os médicos estão recorrendo à cirurgia minimamente invasiva, que utiliza duas ou mais incisões curtas, e resulta em internação hospitalar mais curta, menos dor, recuperação mais rápida e menores taxas de complicações.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos