Mercado fechará em 1 h 6 min
  • BOVESPA

    119.311,91
    -252,53 (-0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.886,75
    +486,95 (+1,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,73
    -0,90 (-1,37%)
     
  • OURO

    1.814,90
    +30,60 (+1,71%)
     
  • BTC-USD

    55.963,15
    -1.237,30 (-2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.450,30
    -21,11 (-1,43%)
     
  • S&P500

    4.174,38
    +6,79 (+0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.365,79
    +135,45 (+0,40%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.469,00
    -22,00 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3697
    -0,0572 (-0,89%)
     

Para onde vai a Dogecoin (DOGE)? Análise técnica

Valdrin Tahiri
·2 minuto de leitura

Investidores da DOGE querem que o dia 20 de abril seja reconhecido como o DOGE Day. Em homenagem a esse vento, vamos olhar a movimentação do preço da criptomoeda e tentar determinar como o token deve evoluir.

A DOGE não conseguiu atingir uma máxima histórica em sua segunda tentativa. Apesar disso, a estrutura de alta ainda está intacta.

DOGE atinge máxima histórica

O valor da DOGE explodiu entre os dias 15 e 16 de abril. Em cerca de 24 horas, ela cresceu 254%, o que resultou em uma alta histórica de US$ 0,45 na sexta-feira (16).

Depois de uma leve queda, o token teve um novo ciclo de alta que, entretanto, foi levemente mais fraco que o anterior e atingiu um valor máximo de US$ 0,434. Mesmo assim, o fechamento de US$ 0,408 foi o maior já registrado.

No momento, a DOGE parece ter criado um padrão de topo duplo combinado a uma divergência de baixa no RSI. Isto sugere uma rejeição futura, ao menos no curto prazo.

<a href="https://www.tradingview.com/symbols/DOGEUSDT/?exchange=BINGBON" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Gráfico no TradingView" class="link rapid-noclick-resp">Gráfico no TradingView</a>

Movimento da DOGE no curto prazo

O gráfico de seis horas parece corroborar com essa conclusão. Assim como os períodos diários, há uma divergência de baixa acentuada em suas duas máximas mais recentes.

Mesmo assim, a divergência está presente no MACD, que não está visível em gráficos diários.

Portanto, uma queda de curto prazo também é corroborada pelo gráfico de seis horas.

<a href="https://www.tradingview.com/symbols/DOGEUSDT/?exchange=BINGBON" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Gráfico no TradingView" class="link rapid-noclick-resp">Gráfico no TradingView</a>

Já o gráfico de duas horas exibe uma baixa similar. Por outro lado, há sinais de um triângulo ascendente potencial, que é considerado um padrão de alta. A base deste triângulo está em US$ 0,31.

Embora os gráficos sugiram uma queda no curto prazo, a DOGE pode ter suporte acima dessa linha ascendente.

Se isso se concretizar, a estrutura de alta pode ser considerada intacta. Como resultado deste movimento, um novo aumento é possível.

<a href="https://www.tradingview.com/symbols/DOGEUSDT/?exchange=BINGBON" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Gráfico no TradingView" class="link rapid-noclick-resp">Gráfico no TradingView</a>

Conclusão

Para encerrar, não se espera que a DOGE atinja uma nova máxima na tentativa atual. Na verdade, a opção mais provável é uma queda em direção à base. Depois disso, deve haver outra subida.

O artigo Para onde vai a Dogecoin (DOGE)? Análise técnica foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.