Mercado abrirá em 2 h 18 min
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,95
    +0,75 (+0,66%)
     
  • OURO

    1.827,80
    +13,80 (+0,76%)
     
  • BTC-USD

    30.501,51
    +582,37 (+1,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    684,91
    +442,23 (+182,23%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.528,93
    +64,13 (+0,86%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.659,75
    +112,70 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    12.510,50
    +265,75 (+2,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3019
    +0,0214 (+0,41%)
     

Para Elon Musk, SpaceX levará humanos a Marte em até 10 anos

·2 min de leitura
Elon Musk, engenheiro-chefe da SpaceX e CEO da Tesla, disse que planeja colocar uma pessoa em Marte nos próximos 10 anos (Theo Wargo/Getty Images)
Elon Musk, engenheiro-chefe da SpaceX e CEO da Tesla, disse que planeja colocar uma pessoa em Marte nos próximos 10 anos (Theo Wargo/Getty Images)
  • Com esse foco, SpaceX aumentou suas operações nos últimos anos

  • "Nenhuma quantia de dinheiro poderia levá-lo a Marte", disse o bilionário

  • Empresa de Musk ainda passou por disputa diplomática com a China

Pouco depois de anunciar a venda de 10% de sua participação na empresa de carros eletrônicos, a Tesla, o bilionário Elon Musk tomou conta das manchetes ao prever que a SpaceX será capaz de levar humanos a Marte nos próximos 10 anos. Ele fez isso durante sua participação no podcast de Lex Fridman - cientista da computação e pesquisador de IA no MIT -, detalhando os planos para desenvolver a tecnologia necessária para a viagem e reiterando sua visão de que a humanidade deve se tornar uma espécie multiplanetária. “O melhor caso é cerca de cinco anos. Na pior das hipóteses, 10 anos”, disse.

Leia também:

Ampliação das operações

Para seguir a previsão de Musk, a SpaceX aumentou suas operações nos últimos anos como parte do objetivo de longo prazo de estabelecer uma colônia em Marte. No início deste mês, inclusive, o bilionário revelou que a SpaceX começou a construir uma plataforma de lançamento na Flórida que pode acomodar foguetes Starship - "é o foguete mais complexo e avançado que já foi feito, eu não sei, uma ordem de magnitude ou algo parecido”, comentou.

A empresa começou a testar protótipos do foguete de cerca de 122 metros antes de um lançamento orbital planejado. Durante a entrevista do podcast, Musk disse que sua companhia de aviação privada ainda está trabalhando para otimizar o projeto da nave estelar e reduzir o custo projetado de uma viagem a Marte. “Há um certo custo por tonelada na superfície de Marte, onde podemos concordar em estabelecer uma cidade autossustentável e, acima disso, não podemos pagar por isso”, explicou.

Muito dinheiro

“No momento, você não poderia voar para Marte por US$ 1 trilhão (R$ 5,7 trilhões na cotação atual). Nenhuma quantia de dinheiro poderia levá-lo a Marte. Precisamos fazer com que isso seja algo que seja realmente possível”, acrescentou. A SpaceX realizou seu primeiro voo espacial totalmente civil em setembro com uma tripulação de quatro passageiros. Chamada de "Inspiration4", a missão utilizou a espaçonave Crew Dragon da SpaceX e o foguete Falcon 9 reutilizável.

Disputa com a China

Além de seu foco em viagens espaciais, a empresa de Musk opera Starlink Internet Services, que visa fornecer um sistema de Internet de banda larga de alta velocidade por meio de uma rede de milhares de satélites. E isso estava no centro de uma disputa diplomática recente com a China. Oficiais em Pequim alertaram os EUA para "agirem com responsabilidade", alegando que a estação espacial da China foi forçada a tomar medidas evasivas devido a quase colisões com os satélites Starlink.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos