Mercado fechado

Paola Carosella cita "receitas com laranja" para ironizar Queiroz

Foto: Reprodução/Instagram/@paolacarosella

Paola Carosella está entre os famosos que comemoraram a prisão de Fabrício Queiroz nesta quinta-feira (18). A jurada do ‘Masterchef’ ficou tão empolgada que foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter após citar várias receitas com “laranja” a fim de ironizar o policial militar aposentado.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Logo pela manhã, ela perguntou quem gostaria de comer um bolo de laranja. Depois contou que tem uma receita maravilhosa de Crêpes Suzette com laranjas que até “pegam fogo”. Animada com a repercussão, a cozinheira continuou misturando termos políticos e culinários.

Leia também

“Tem também rachadinha de laranja - opa, desculpa, raspadinha de laranja! 1 litro de suco de laranja + 150 gramas de açúcar. Bota no freezer e vai mexendo com garfo de hora em hora - em dias quentes dá uma bela refrescada”, ensinou.

Para os que curtiram o deboche presente nas receitas e pediram mais, Paola deu um jeito de citar Atibaia, onde Fabrício Queiroz foi encontrado depois de meses procurado. Segundo a TV Globo, o proprietário da residência onde ele estava é Frederick Wassef, advogado de Flavio Bolsonaro.

“Agora uma receitinha fácil fácil são os morangos frescos com suco de laranja - os morangos de Atibaia são famosos pelo sabor intenso - difíceis de achar as vezes mas uma hora você acha. Para melhor absorção das vitaminas minha recomendação é chupar uma laranja de manhã bem cedinho”, finalizou.

O público está curtindo o deboche de famosos nas redes sociais. Há pouco tempo, por exemplo, a página do ‘Globo Rural’ divulgou uma reportagem sobre laranjas e internautas associaram o tema à prisão de Queiroz. Muitos também publicaram que estão ansiosos para o ‘Jornal Nacional’ desta quinta-feira (18).

Caso Queiroz

Policial Militar aposentado, Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada "atípica", de acordo com relatório do antigo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf). Ele trabalhou para o filho do presidente Jair Bolsonaro antes de Flávio tomar posse como senador, durante o mandato de deputado estadual no Rio de Janeiro.

Além do volume movimentado, chamou a atenção a forma com que as operações se davam: depósitos e saques em dinheiro vivo em datas próximas do pagamento de servidores da Alerj

Figura polêmica, Queiroz foi assessor e motorista de Flavio Bolsonaro até o fim de 2018, quando acabou exonerado. A investigação do MP-RJ que apura as irregularidades de Queiroz na Alerj chegou a ser suspensa depois da decisão de Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), após pedido da defesa de Flavio Bolsonaro em 2019.

Embora estivesse empregado no gabinete de Flávio entre 2007 e 2018, a origem da relação de Queiroz com a família Bolsonaro é o presidente da República. Os dois se conhecem desde 1984 e pescavam juntos em Angra dos Reis.

O PM aposentado também depositou R$ 24 mil na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro em 2016. O presidente afirma se tratar de parte da quitação de um empréstimo de R$ 40 mil.