Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.493,63
    -140,69 (-0,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Pantone vai cobrar US$ 15 por mês de quem usar as cores no Photoshop

Quem quiser usar as cores Pantone nos aplicativos da Adobe precisará pagar um valor adicional em breve. Além do preço básico da assinatura da Creative Cloud, será necessário instalar uma nova extensão chamada Pantone Connect.

Hoje, o uso da extensão é gratuito para quem criar uma conta, mas existem algumas limitações. Para usar a biblioteca completa de tonalidades e ter acesso às paletas de cores ilimitadas, o usuário precisará pagar US$ 15 por mês ou US$ 90 por ano pela assinatura, além do pacote Adobe.

Ainda não está claro se esse valor será convertido em reais nem quanto custará por aqui. Se o preço for mantido em dólar, é provável que muitos brasileiros precisem abdicar as cores, afinal o preço ficaria bem salgado: R$ 77 por mês na cotação atual.

Você pode estar se perguntando quem pagaria uma quantia absurda dessa apenas para usar uma paleta de cores. A resposta é: designers e profissionais que lidam com artes. Muitos precisam das cores Pantone para criar capas de livros, banners ou peça de design, já que o uso da cor garante a impressão precisa da cor pretendida, não importando em qual material.

Ao usar cores CMYK ou RGB, as pessoas correm o risco de um mesmo material ter várias diferenças visuais, ficando o resultado mais claro/escuro conforme a impressora ou o tipo de papel. Com a Pantone isso não ocorre porque existe toda uma padronização para eliminar inconsistências e falhas.

Essa mudança será liberada gradualmente para os usuários. Algumas pessoas dizem já ter recebido mensagens de erro do Photoshop ao tentar usar cores Pantone de arquivos antigos. Em muitos casos, as cores são automaticamente substituídas por preto devido à necessidade de contratação da assinatura.

Pantone será removida dos apps da Adobe

Alguns usuários já tiveram bibliotecas Pantone removidas do app (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)
Alguns usuários já tiveram bibliotecas Pantone removidas do app (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)

Oficialmente, a Adobe diz que as bibliotecas Pantone Solid Coated e Solid Uncoated serão removidas "após novembro de 2022", deixando apenas as bibliotecas CMYK Coated, CMYK Uncoated e Metallic Coated Pantone disponíveis. Ainda não está claro se as cores serão, de fato, substituídas por preto, o que causaria imensos transtornos para os designers, ou se haverá uma correspondência similar em bibliotecas gratuitas.

Também não se sabe porque a Pantone tomou essa decisão de surpresa, mas está provavelmente relacionada a alguma insatisfação com o acordo vigente. Em geral, tais contratos estão relacionados ao repasse de valores anuais da fabricante do software à proprietária das cores, o que pode ter desagradado aos envolvidos.

A dica para quem ainda precisa usar as cores Pantone é não atualizar os aplicativos para as versões recentes, já que aparentemente as mais antigas ainda estão rodando a biblioteca antiga. Outra solução paliativa seria copiar manualmente as bibliotecas de cores dos softwares antigos para os novos, porém é provável que tal método seja barrado em breve.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: