Mercado abrirá em 4 h 39 min
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,97
    +0,22 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.728,30
    -5,30 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    50.179,67
    +1.591,53 (+3,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.008,29
    +20,19 (+2,04%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.669,77
    +56,02 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    29.836,09
    +740,23 (+2,54%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.179,00
    +123,75 (+0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8704
    +0,0083 (+0,12%)
     

Pandemia viral atrapalha preparativos do Ano Novo chinês

Sébastien RICCI
·3 minuto de leitura
Passageiros esperam pelo trem em Hangzhu, China, dias antes do início do feriado do Ano Novo lunar em 28 de janeiro de 2021

Voos cancelados, estações de trem mais vazias do que o normal e apelos para permanecer em casa. O medo de novos surtos de coronavírus na China atrapalha os planos e estraga os preparativos para o feriado do Ano Novo lunar.

Este feriado - de uma semana de férias (de 11 a 17 de fevereiro este ano) - é, para muitos chineses, a única ocasião para visitar parentes.

Esse período cria, tradicionalmente, um grande fluxo nos transportes, e muitos viajantes antecipam sua partida em várias semanas nesta migração gigante, a maior do mundo.

Mas, faltando 40 dias para a entrada da China no Ano do Búfalo, o poder comunista convoca a população a ficar em casa, em um contexto de deterioração das condições sanitárias, devido ao coronavírus.

Em Pequim, "a situação epidêmica é séria e complexa", disseram autoridades da saúde nesta quinta-feira, desencorajando qualquer movimento para fora da cidade, exceto em caso de necessidade.

Vários bairros foram atingidos nas últimas semanas, principalmente com a descoberta de um foco de contágio com a variante inglesa nos subúrbios do sul.

Pequim, o coração do poder político, também está sob pressão um mês antes da grande reunião anual do Partido Comunista Chinês (PCC). O encontro já havia sido adiado por vários meses no ano passado, também por causa da epidemia.

A China, onde a doença apareceu no final de 2019, conseguiu contê-la, em grande parte, desde a primavera passada, graças a confinamentos, rastreamento de movimentos e contatos, testes de diagnóstico e aumento no rigor da entrada no país de pessoas procedentes do exterior.

A estratégia se mostrou bem-sucedida, de acordo com dados oficiais, com apenas duas mortes registradas por covid-19 desde maio passado.

Agora, o surgimento de novos focos de contágio, no norte e na região fronteiriça de Pequim, provocou uma resposta drástica das autoridades.

A partir de hoje, o governo impôs teste de detecção na chegada a Pequim para todos os viajantes, bem como um período de observação de 14 dias, durante o qual mais dois testes serão necessários.

Pessoas das áreas ditas "de risco" simplesmente não têm permissão para ir à capital.

Essas novas regras procuram desencorajar os deslocamentos. Como resultado, centenas de voos de e para Pequim foram cancelados, de acordo com o site especializado Variflight. E as companhias aéreas e a operadora ferroviária foram solicitadas a reembolsar seus clientes.

Por medo do vírus, muitos residentes faziam fila para se submeter ao teste, apesar do vento gelado, observou a AFP.

A cidade de Hangzhou (leste), lar de vários gigantes da tecnologia, oferece aos seus habitantes 1.000 yuans (US$ 155) se eles renunciarem a qualquer viagem.

Conhecida por seu grande mercado de exportação, Yiwu (leste) recompensa seus trabalhadores com vales de compras e oferece atividades gratuitas para ocupar as crianças.

As plataformas de vídeo on-line disponibilizam, por sua vez, parte de seu catálogo gratuitamente, enquanto as principais operadoras de telefonia de Pequim oferecerão um pacote de 20 gigabytes de Internet aos seus assinantes durante o feriado.

burs-sbr/bar/lch/mab/mb/mr/tt