Mercado abrirá em 2 h 43 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,48
    +0,12 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.842,10
    +12,20 (+0,67%)
     
  • BTC-USD

    37.263,42
    +821,69 (+2,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    734,58
    -0,56 (-0,08%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.730,40
    +9,75 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    29.642,28
    +779,51 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    28.633,46
    +391,25 (+1,39%)
     
  • NASDAQ

    12.917,00
    +114,75 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4102
    +0,0149 (+0,23%)
     

Pandemia faz mercado financeiro adotar realidade virtual

Por Elizabeth Howcroft e Saikat Chatterjee
·2 minuto de leitura
.

Por Elizabeth Howcroft e Saikat Chatterjee

LONDRES (Reuters) - A realidade virtual deixou de ser usada apenas por jogadores de videogames e está sendo aproveitada pelo setor financeiro como uma forma de animar o trabalho remoto para operadores solitários e executivos isolados.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Com 90% dos funcionários de algumas das maiores instituições financeiras do mundo agora trabalhando em casa devido ao aumento das infecções por coronavírus, mais e mais empresas estão experimentando a tecnologia de realidade virtual.

Leia também:

Na gestora Fidelity International, os executivos testaram um auditório em realidade virtual, conversando com colegas e até andando de um lado para o outro pelos corredores.

"Trabalhar em casa acelerou enormemente o interesse por espaços virtuais/online", disse Stuart Warner, chefe de tecnologia da Fidelity International, que tem 3,3 trilhões de dólares em ativos sob gestão.

A realidade virtual pode ser útil não apenas para realizar reuniões, mas também para ajudar a aliviar a sensação de isolamento e dar a alguns funcionários a sensação de estarem no ambiente no qual prosperam.

O UBS fez experiências fornecendo os óculos inteligentes HoloLens, da Microsoft, para seus operadores de Londres, o que, segundo o banco, permite que a equipe recrie em casa a experiência do pregão.

A experiência de trabalho em realidade virtual tem um preço alto - o HoloLens 2 custa 3.500 dólares cada.

Mas o setor financeiro está se preparando para investir. A Fidelity diz que os gastos com tecnologia aumentaram de 100% a 200% este ano em relação a 2019 e que manterá esse nível por até dois anos.

David Ripert, presidente da filial britânica da VR/AR Association, disse que o crescimento da demanda por aplicações de realidade virtual foi um ponto positivo da pandemia, já que as pessoas usaram a tecnologia para recriarem eventos e conferências que foram cancelados.

"Usar VR para esses eventos online é muito bom porque você tem aquela sensação de pertencimento e conexão que você não consegue necessariamente através de um vídeo plano em 2D", disse ele.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube