Mercado fechará em 3 h 22 min

Pandemia dá novo 'gás' ao Tinder; entenda

·1 min de leitura
Nuremberg, Germany - December 29, 2018: A close-up photo of Apple iPhone screen with icons, includes Tinder, Lovoo, Badoo, Grindr and other dating apps. - Image
Nuremberg, Germany - December 29, 2018: A close-up photo of Apple iPhone screen with icons, includes Tinder, Lovoo, Badoo, Grindr and other dating apps. - Image
  • App de relacionamento registra um aumento de 19% no envio de mensagens

  • As conversas ficaram 32% mais longas

  • Geração Z é o principal público alvo da plataforma

Impulsionado pelo isolamento social, o Tinder ganhou ainda mais relevância na pandemia. O aplicativo de relacionamentos, que conecta pessoas através de matchs, registrou um aumento de 19% no envio de mensagens entre os usuários, além de conversas 32% mais longas.

Pelo menos metade dos usuários da Geração Z realizaram chamadas de vídeo e um terço realizou atividades virtuais, de acordo com a companhia.

Leia também:

Para atrair novos públicos, a plataforma passa por um período de reformulações que visa um contato virtual ainda mais profundo. Recursos como a inserção de vídeos e filtros para buscas mais precisas ampliam as possibilidades de interação entre os usuários.

Outra novidade anunciada pelo Tinder é a possibilidade dos participantes opinarem sobre determinados assuntos para que as respostas sejam exibidas no perfil público. O foco da empresa é atrair usuários na faixa dos 20 anos de idade.

Os dados divulgados pelo Tinder sugerem que os usuários mais novos prezam pela autenticidade e abertura na hora de escolher um parceiro. As novas ferramentas oferecidas pelo aplicativo podem ajudar as pessoas a conseguirem melhores matchs.