Mercado abrirá em 8 h 26 min
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,60
    +2,11 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.671,90
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    19.136,41
    -178,12 (-0,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    434,93
    -8,50 (-1,92%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.018,62
    -204,21 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    26.087,92
    +150,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    10.975,75
    -59,75 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3114
    +0,0035 (+0,07%)
     

Pandemia da covid acabou nos EUA, afirma Joe Biden

Nos Estados Unidos, o presidente Joe Biden comentou, no último domingo (18), sobre o fim da pandemia da covid-19. Apesar de polêmica, a fala não altera as políticas de saúde pública e nem os esforços adotados para controlar os casos do coronavírus SARS-CoV-2 entre os norte-americanos.

"Ainda estamos trabalhando muito nisso [na luta contra o coronavírus]. Mas a pandemia acabou", afirmou Biden, durante uma entrevista o programa 60 Minutes da CBS. "Se você notar, ninguém está usando máscaras", explicou. "Todo mundo parece estar bem e em boa forma... Acho que [o cenário] está mudando", completou.

É verdade que os indicadores da covid estão melhores nos EUA, mas a emergência de saúde pública imposta pelo vírus deve vigorar até o dia 13 de outubro, segundo funcionários do governo. No momento, não há planos de encurtar ou de suspender o período.

Vale mencionar que, no Brasil, o fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin), causada pela covid-19, foi anunciado em abril deste ano. A medida começou a valer oficialmente em maio.

A pandemia da covid acabou mesmo?

Apesar da fala do presidente dos EUA, a pandemia da covid continua a existir oficialmente (Imagem: Vladimirzotov/Envato Elements)
Apesar da fala do presidente dos EUA, a pandemia da covid continua a existir oficialmente (Imagem: Vladimirzotov/Envato Elements)

Independente da fala de Joe Biden, a pandemia da covid-19 continua a existir. Isso porque é a Organização Mundial da Saúde (OMS), junto com sua equipe de cientistas e consultores, que estabelece o momento pandêmico e o seu fim. Para isso, não é considerada apenas a situação de um país específico, como dos EUA, mas do mundo todo.

A boa notícia é que, na semana passada, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou: "Nunca estivemos em melhor posição para acabar com a pandemia. Ainda não chegamos lá, mas o fim está à vista". Para definir o fim oficial da pandemia, uma reunião está marcada para outubro.

Casos da covid-19 nos EUA

Segundo o jornal NYT, os EUA registraram mais de 55 mil casos e 404 mortes na quarta-feira (21). Desde o início da pandemia da covid, são 97,5 milhões de casos diagnosticados e mais de um milhão de mortos entre os norte-americanos. No momento, 68% da população recebeu as duas doses da vacina e apenas 33% tomou a primeira dose do reforço.

"As hospitalizações apresentam melhora sustentada. Atualmente, menos de 35 mil pessoas estão em hospitais americanos com o coronavírus a cada dia, uma queda de 11% nas últimas duas semanas", informa o jornal.

No entanto, "não estamos onde precisamos estar, se quisermos 'viver com o vírus'", afirmou o médico Anthony Fauci, chefe do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (Niad), na segunda-feira (19), segundo a BBC.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: