Mercado abrirá em 3 h 15 min

Pandemia agiganta empresas de tecnologia e encolhe petroleiras

Rachel Adams-Heard

(Bloomberg) -- Um trimestre que capturou o auge da pandemia torna a divisão entre gigantes de tecnologia e grandes petroleiras mais aparente do que nunca.

Facebook, Amazon.com e Apple superaram as estimativas de analistas na quinta-feira, resultado de compras online de mantimentos e demanda por entretenimento no iPhone enquanto cidades do mundo inteiro fechavam. Menos de 24 horas depois, Exxon Mobil e Chevron divulgavam perdas trimestrais recordes que, embora esperadas, mostraram a dimensão da queda da demanda por combustível quando voos foram aterrados e a mobilidade bloqueada.

Em um dia em que os balanços do setor de tecnologia deram impulso ao mercado em geral, as ações da Exxon e Chevron perderam terreno. A divergência pode ser mais destacada devido ao vírus, mas é uma tendência que começava a ganhar forma mesmo antes da Covid-19.

“É o clássico enigma do valor versus crescimento”, disse o analista da Bloomberg Intelligence, Fernando Valle. “Você não pode crescer em petróleo agora. Não há retorno para o seu crescimento.”

Para a Exxon, até o dividendo parece precário após anos de elevado financiamento. E a Chevron alertou que, apesar dos sinais de recuperação econômica, o resto do ano continuará desafiador.

“É uma indústria que realmente depende do acesso ao capital”, disse Valle. “A ‘Big Oil' vai enfrentar uma batalha difícil.”

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.