Mercado abrirá em 7 h 13 min
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,25
    -0,82 (-1,14%)
     
  • OURO

    1.809,40
    +7,60 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    38.505,64
    +4.193,43 (+12,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    922,87
    +129,13 (+16,27%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    26.383,97
    -938,01 (-3,43%)
     
  • NIKKEI

    27.802,31
    +254,31 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    15.076,25
    -21,75 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1233
    +0,0017 (+0,03%)
     

Pandemia adiou estreias, mas não afetou lucros de grandes filmes

·2 minuto de leitura
Pandemia adiou estreias, mas não afetou lucros de grandes filmes
Pandemia adiou estreias, mas não afetou lucros de grandes filmes

Um grande poeta da cidade de Santos, já disse que “o tempo é rei” e, os estúdios de Hollywood estão vendo que o grande Chorão não poderia estar mais certo. Com a vacinação contra a Covid-19 avançando a passos largos nos Estados Unidos, os filmes que tiveram suas estreias adiadas em 2020 têm sido lançados e apresentando lucros consideráveis em bilheteria.

Um exemplo disso é “Velozes e Furiosos 9”, que chegou aos cinemas estadunidenses no fim de semana de 25 a 27 de junho e foi a maior estreia desde o início da pandemia, arrecadando nada menos do que US$ 70 milhões (R$ 346 milhões). Com esses bons números, a oitava sequência da saga de Dominic Toretto e sua família ajudou a aumentar a confiança dos estúdios.

O sucesso de “Velozes e Furiosos 9” em seu mercado doméstico causou nos estúdios a sensação de que a programação de blockbusters para o restante de 2021 está relativamente segura. Contudo, não foi só o filme da Universal que causou esse efeito entre as grandes empresas de entretenimento, e alguns outros filmes demonstraram que a espera para os lançamentos pode ter terminado.

Outros hits

Godzilla vs Kong
Batalha entre Godzilla e Kong teve uma boa bilheteria, mesmo com restrições em sua data de lançamento. Imagem: Warner Bros./Divulgação

“Um Lugar Silencioso 2”, da Paramount, também ajudou a impulsionar os lucros dos grandes filmes. Desde sua estreia, que ocorreu no fim de semana prolongado do Memorial Day, entre 28 e 31 de maio, o longa já arrecadou US$ 136,4 milhões (R$ 676,1 milhões) até agora, sendo a maior bilheteria desde o início da pandemia.

Já “Godzilla vs. Kong”, da Warner Bros. e da Legendary Pictures, arrecadou US$ 100,2 milhões (R$ 495,6) no mercado dos Estados Unidos. Porém, o “choque de monstros”, que foi lançado em março, enfrentou bem mais problemas que Velozes e Furiosos 9, já que quando foi lançado ainda havia sérias restrições de capacidade nas salas de cinema de alguns dos principais mercados dos EUA.

Leia mais:

No momento, quase 80% dos cinemas dos EUA já foram reabertos, o que pode fazer com que a MGM esfregue suas mãos para bons lucros quando “007 – Sem Tempo para Morrer” finalmente chegue aos cinemas, no início de outubro.

Leia mais:

De acordo com um analista da consultoria MKM Partners, Eric Handler, a bilheteria dos filmes dentro do mercado estadunidense deve voltar à 90% do que era antes da pandemia até o final do ano caso o processo de vacinação continue nesse ritmo e as novas variantes do Sars-Cov-2, como a Delta, não causem uma nova onda da doença por lá.

Com informações do Hollywood Reporter

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos