Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.282,28
    +2.032,55 (+1,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.338,34
    +510,21 (+1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,32
    +0,09 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.761,20
    -17,60 (-0,99%)
     
  • BTC-USD

    43.718,96
    +1.572,08 (+3,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.097,50
    +57,02 (+5,48%)
     
  • S&P500

    4.395,64
    +41,45 (+0,95%)
     
  • DOW JONES

    34.258,32
    +338,48 (+1,00%)
     
  • FTSE

    7.083,37
    +102,39 (+1,47%)
     
  • HANG SENG

    24.592,02
    +370,48 (+1,53%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.184,50
    +21,00 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2109
    +0,0021 (+0,03%)
     

Panamá começa processo para regular Bitcoin

·2 minuto de leitura
Bitcoin e bandeira do Panamá
Bitcoin e bandeira do Panamá

O Panamá recebeu um projeto de lei neste mês de agosto para regular o Bitcoin, o mercado de NFTs e até a tecnologia blockchain. A proposta foi apresentada pela deputada Cenobia Vargas, no último dia 17 de agosto.

Vale notar que a pressão na região cresceu com a chamada Lei Bitcoin aprovada em El Salvador, que tornou o Bitcoin uma moeda de curso legal no país. Além disso, a infraestrutura da criptomoeda foi legalizada, como a mineração e uso de carteiras oficiais.

Mesmo com uma resistência de algumas pessoas, El Salvador acabou levando outros países a receber projetos de lei, ainda que totalmente diferente. O Paraguai, Uruguai, Argentina, Colômbia e até o Brasil tramitam em seus congressos suas próprias versões sobre o Bitcoin.

Agora, Panamá se une ao processo de regulação da criptomoeda e seu ecossistema.

“A deputada Cenobia Vargas apresentou uma iniciativa legislativa que regulamenta o uso de criptomoedas, tokens autorizados e tudo o que se relaciona com a tecnologia blockchain no território da República do Panamá como meio de pagamento e dá outras providências.”

Deputada do Panamá apresenta projeto de lei para regular o Bitcoin no país
Deputada do Panamá apresenta projeto de lei para regular o Bitcoin no país

Como será o projeto de lei que regula o Bitcoin no Panamá?

A deputada sustentou em seu projeto de lei que a tecnologia evolui com velocidade desde a criação da internet, afetando áreas como educação e finanças.

“No início de 2009, nasceu a primeira criptomoeda chamada Bitcoin, que no início foi considerado por muitos como algo eficaz, doze anos depois, as criptomoedas já são consideradas como moedas de câmbio por instituições como VISA e MASTERCARD mostrou que esta tecnologia Financeiro-Comercial chegou aficar.”

Reconhecendo que o Bitcoin é uma tecnologia que já se tornou realidade, até entre instituições financeiras grandes no mundo, a deputada pretende atrair investimento estrangeiro para o Panamá ao regular essa tecnologia.

Além disso, ela pretende gerar novos empregos no país com a moeda digital, permitindo ainda a inclusão de micro e pequenas empresas desse setor na economia, em um processo de retomada após a crise financeira.

Com essa movimentação da economia, o estado do Panamá poderá arrecadar mais impostos.

“Este marco regulatório permitirá a atividade atual e futura Financeiro-Comercial de criptomoedas, tokens, NFT e tecnologia Blockchain, seja tributado.”

O projeto de lei do Panamá prevê até a criação de cursos de nível superior para profissões ligadas ao Bitcoin, em um amplo movimento que pretende tornar o pequeno país em um centro de desenvolvimento tecnológico.

A deputada colocou na redação de seu texto que, “em nossa apreciação a regularização de criptomoedas, tokens, NFT e tecnologia Blockchaín trará grandes benefícios ao estado e a todos os panamenhos“.

No início, apenas o Bitcoin, Ethereum, Elrond, Tether e o token 7UT seriam autorizados pela lei. A proposta agora deverá ser analisada pelo congresso local, que pode apresentar ao mundo mais um país com regras ao mercado de criptomoedas em breve.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos