Mercado fechado

Palmeiras resgata promessa que foi "roubada" por time holandês

Jorge Nicola
·2 minutos de leitura
Bruno Menezes marcou 18 gols em 28 jogos pelo sub-17 alviverde em 2019 (Divulgação/Palmeiras)
Bruno Menezes marcou 18 gols em 28 jogos pelo sub-17 alviverde em 2019 (Divulgação/Palmeiras)

O torcedor do Palmeiras que não acompanha tão de perto a base talvez nem conheça Bruno Menezes, mas o meia-atacante de 18 anos acaba de render uma excelente notícia. O Verdão conseguiu recuperá-lo e o garoto acaba de assinar seu primeiro contrato como profissional por três temporadas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O acordo só foi possível depois que Carlos Leite se tornou empresário de Bruno, tratado como uma das maiores joias da base alviverde - na temporada passada, no sub-17, ele marcou 18 gols em 28 jogos. Isso sem contar as assistências para Gabriel Veron e Gabriel Silva, com quem dividia o ataque.

Leia também:

Bruno Menezes era empresariado por Mino Raiola, italiano que tem fama de levar na marra algumas das promessas do futebol brasileiro para a Europa. E foi assim que Bruno deixou o Verdão. Por sugestão de Mino, o garoto se acertou com o Feyenoord, da Holanda, em negócio que não renderia qualquer centavo ao Palmeiras.

Gerente das categorias de base do Palmeiras, João Paulo Sampaio não aceitou a saída de Bruno Menezes e registrou na Federação Paulista a oferta do clube. Diante disso, o Feyenoord passou a correr risco de ter de indenizar o Verdão futuramente. E quase seis meses depois de se mudar para a Holanda, o jogador abandonou Mino Raiola, fechou com Carlos Leite e está de volta à Academia de Futebol.

Agora de contrato profissional e com enormes perspectivas de ser aproveitado em breve no time de Vanderlei Luxemburgo, como tem acontecido com Veron, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Danilo...

E Bruno Menezes ainda terá em breve uma vantagem em relação aos demais: ele está terminando de obter a cidadania italiana, que lhe permitirá jogar na Europa sem ocupar a vaga de um estrangeiro.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos