Mercado abrirá em 4 h 41 min
  • BOVESPA

    109.786,30
    +2.407,38 (+2,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.736,48
    +469,28 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,17
    +0,26 (+0,58%)
     
  • OURO

    1.803,20
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    18.905,86
    -162,63 (-0,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    375,53
    +5,78 (+1,56%)
     
  • S&P500

    3.635,41
    +57,82 (+1,62%)
     
  • DOW JONES

    30.046,24
    +454,97 (+1,54%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.616,13
    +27,93 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    26.296,86
    +131,27 (+0,50%)
     
  • NASDAQ

    12.108,75
    +32,75 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4022
    +0,0053 (+0,08%)
     

Palmeiras quebra jejum no Brasileiro e bate o Atlético-GO fora de casa

Alexandre Guariglia
·4 minuto de leitura


Depois de quatro jogos sem vitória no campeonato, o Palmeiras quebrou o jejum e bateu o Atlético-GO por 3 a 0, em Goiânia, pela 18ª rodada do Brasileirão-2020. Com dois gols de Luiz Adriano e um de Wesley, o Alviverde conquistou os três pontos e se aproximou do G6 da competição. Agora o foco é a partida de ida das oitavas da Copa do Brasil, contra o Red Bull Bragantino.

O primeiro tempo começou equilibrado, mas a primeira chance foi Verdão, quando Rony cruzou para Zé Rafael e o meio-campista chutou longe do gol, por cima do travessão. Em seguida, o Dragão passou a tentar se impor e conseguiu um pouco mais de volume de jogo, enquanto os visitantes passaram a esperar um erro para buscar um contra-ataque em velocidade com seus ponteiros.

Pouco depois de Felipe Melo fazer uma interceptação precisa na grande área, o Palmeiras aproveitou vacilo da equipe adversária para abrir o placar. Baralhas e Dudu se atrapalharam na intermediária de ataque do Atlético-GO e a bola sobrou para Wesley, que partiu em velocidade em direção ao gol, sem ser ameaçado com marcação e tocou na saída de Jean, entre as pernas do goleiro.

Em seguida, quase o Verdão tomou o empate, quando Zé Roberto tocou de calcanhar para Chico, que chutou cruzado para grande defesa de Weverton. A partir daí, o Dragão colocou mais volume de jogo diante do adversário recuado e sem saída e o Alviverde ainda tentava aproveitar os erros dos mandantes no campo de defesa, mas sem conseguir colocar a bola na rede novamente. Em lance de três contra um, o time paulista desperdiçou grande chance.

No minutos finais da primeira etapa, o Atlético-GO tentou sufocar os palmeirenses, porém Weverton e Felipe Melo estavam lá para salvar. E quando o goleiro e o zagueiro não estavam, foi a trave que impediu o empate, em falta cobrada por Chico. Os visitantes ainda tiveram uma oportunidade de ampliar, quando Rony fez boa jogada individual, saiu na cara do gol, mas Jean defendeu.

Após o intervalo, o jogo demorou a engrenar, apesar de o Dragão tentar voltar com uma pressão inicial para buscar o empate dentro de casa. Logo depois de uma chance perdida por Zé Roberto, o goleiro Jean fez uma bobagem na saída de bola e entregou no pé de Luiz Adriano, que teve reação rápida e concluiu para o gol, ampliando o placar para 2 a 0 aos nove minutos do segundo tempo.

Com a desvantagem no marcador, o Atlético-GO foi atrás com tudo para buscar o gol de honra. Janderson fez uma boa jogada individual pela direita e finalizou, mas Weverton novamente pegou. Na sequência do lance, Felipe Melo, em grande atuação, retomou a posse de bola. Chico ainda tentou uma finalização minutos depois, porém a bola explodiu na zaga palmeirense, sem perigo.

De olho nos contra-ataques, o Verdão chegou ao terceiro gol. Gabriel Menino recebeu passe na lateral direita e cruzou rasteiro para área, onde encontrou Luiz Adriano, que finalizou de primeira, no alto, sem chance para Jean. Foi o segundo do centroavante na partida, que vinha de um jejum de tentos na temporada. O Atlético-GO tentou responder em seguida com Dudu, que isolou.

Mesmo com a grande diferença no placar, o Dragão continuou em busca de um gol de honra e criou algumas chances de balançar a rede, principalmente com Chico, que finalizou duas vezes para fora do gol. Enquanto isso, Rony teve duas oportunidades de fazer o seu, porém chutou as duas para fora da meta de Jean. Lucas Lima ainda arriscou um chute colocado e acertou a trave.

Com o resultado, o Palmeiras vai a 25 pontos na tabela do Brasileirão, subindo para a sétima posição. O próximo compromisso alviverde será na próxima quinta-feira, às 19h, diante do Red Bull Bragantino, fora de casa, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Já o Atlético-GO permanece com 22 pontos, na 10ª posição e vai enfrentar o Internacional, também pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, às 19h, atuando como mandante.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 0 X 3 PALMEIRAS
Local:
Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO)
Data-Hora: 25/10/2020 - 16h
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Wagner Reway (PB)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Janderson (AGO) Gustavo Scarpa, Rony, Raphael Veiga e Luan (PAL)
Cartões vermelhos: -
Gols: Wesley (19'/1ºT) (0-1), Luiz Adriano (9'/2ºT) (0-2), Luiz Adriano (19'/2ºT) (0-3)

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu (Arnaldo, 33'/2ºT), João Victor, Éder e Nicolas (Natanael, aos 14'/2ºT); Baralhas (Matheus Vargas, aos 14'/2º), Marlon Freitas e Chico; Janderson, Gustavo Ferrareis (Matheuzinho, aos 22'/2ºT) e Zé Roberto (Júnior Brandão, aos 22'/2ºT). Técnico: Eduardo Souza.

PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Felipe Melo e Viña; Patrick de Paula (Ramires, aos 36'/2ºT), Zé Rafael e Raphael Veiga (Lucas Lima, aos 27'/2ºT); Rony (Gabriel Silva, aos 46'/2ºT), Wesley (Gustavo Scarpa, aos 36'/2ºT) e Luiz Adriano (Willian, aos 27'/2ºT). Técnico: Andrey Lopes.