Mercado abrirá em 8 h 32 min
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,10
    +0,22 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.866,40
    +0,50 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    40.465,07
    +1.324,87 (+3,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.013,13
    +44,29 (+4,57%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.622,75
    -219,38 (-0,76%)
     
  • NIKKEI

    29.438,61
    +276,81 (+0,95%)
     
  • NASDAQ

    14.142,75
    +18,00 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1473
    +0,0158 (+0,26%)
     

Palmeiras perde para o Defensa em pior noite da defesa alviverde com Abel Ferreira

·2 minuto de leitura

Já matematicamente classificado às oitavas de final e com a primeira posição do grupo A assegurada, o Palmeiras pôde 'se dar ao luxo' de adentrar o Allianz Parque na noite desta terça-feira (18) com um time alternativo, preservando seus titulares para a decisão do Paulistão programada para o próximo domingo. Diante de um Defensa y Justicia (ARG) que precisava da vitória, o atual campeão mostrou defeitos e virtudes, mas acabou derrotado por 4 a 3 - sofrendo o gol da derrota no último minuto da partida.

Ofensivamente, o 'time B' alviverde produziu bom volume e agradou os torcedores, salvo algumas exceções: nas redes sociais, Lucas Lima foi um dos mais criticados pelos palmeirenses, algo que vem se repetindo à exaustão nos últimos anos. O armador chegou a dar um belo passe para finalização de Wesley, mas o jovem atacante desperdiçou chance cara de gol.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Contudo, o destaque negativo da noite alviverde ficou a cargo da defesa: os quatro gols sofridos simbolizaram a pior noite do setor sob comando de Abel Ferreira. De acordo com a apuração do Espião Estatístico, o Palmeiras não tomava três gols ou mais em uma só partida há sete meses, mais precisamente desde 14 de outubro do ano passado, quando foi derrotado por 3 a 1 pelo Coritiba pela 16ª rodada do Brasileirão.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Apesar da derrota amarga - ninguém gosta de sofrer quatro gols, ainda mais em casa -, a situação do Palmeiras segue inabalável na Libertadores: lidera o grupo A com 12 pontos, seguido pelo próprio Defensa y Justicia, que chegou aos 8 pontos totais. O Verdão volta a campo na próxima quinta-feira (20), quando encara o São Paulo pelo jogo de ida da decisão do Paulista.