Mercado fechará em 58 mins
  • BOVESPA

    100.070,17
    -1.189,58 (-1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.292,39
    -415,33 (-1,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,46
    -1,39 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.904,00
    -1,20 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    12.874,68
    -275,34 (-2,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    256,28
    -7,14 (-2,71%)
     
  • S&P500

    3.381,11
    -84,28 (-2,43%)
     
  • DOW JONES

    27.502,40
    -833,17 (-2,94%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.494,34
    -22,25 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    11.392,00
    -271,50 (-2,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6407
    -0,0232 (-0,35%)
     

Palmeiras já recusou mais de R$ 230 milhões por Veron, Menino, Patrick e Wesley

Jorge Nicola
·2 minutos de leitura
As joias alviverdes: Menino, Patrick, Veron, Esteves, Wesley e Alan (Cesar Greco/Palmeiras)
As joias alviverdes: Menino, Patrick, Veron, Esteves, Wesley e Alan (Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras não tem uma, mas quatro minas de ouro em seu elenco profissional. Tanto que rejeitou nas últimas semanas ofertas que totalizam R$ 231 milhões por Gabriel Veron, Patrick de Paula, Gabriel Menino e Wesley. Todas de clubes da Europa.

A maior foi por Veron. O Everton, da Inglaterra, se disponibilizou a pagar 15 milhões de euros ou R$ 99 milhões pelo atacante que só recentemente completou 18 anos de idade. A resposta palmeirense foi quase que imediata: só o libera pelo dobro do valor. O Verdão é dono de 60% dos direitos da joia.

Patrick de Paula teve proposta do Benfica a pedido de Jorge Jesus. Os portugueses sugeriram 10 milhões de euros ou R$ 66 milhões por 100% dos direitos econômicos do volante, que pertencem integralmente ao Palmeiras. Mas o presidente Maurício Galiotte pede 25 milhões de euros.

Já Gabriel Menino foi procurado por Shakhtar Donetsk e Dínamo de Kiev em negócio que poderia chegar a até 8 milhões de euros (R$ 52,7 milhões). O Palmeiras, que está adquirindo mais 10% dos direitos do atleta junto ao Guarani, rejeitou a venda e nem estabeleceu um preço.

Por fim, também existiu proposta por Wesley, autor de um gol e duas assistências na vitória alviverde contra o Bolívar, na quarta-feira, pela Libertadores. O Grupo City sugeriu 3 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos e ouviu um “não”. Hoje, na avaliação do empresário Paulo Pitombeira, seu atacante já vale pelo menos 10 milhões de euros ou R$ 66 milhões.

Todos os quatro atletas chegaram ao Allianz Parque graças a João Paulo Sampaio, gerente das categorias de base do Palmeiras e responsável pela revolução nas fileiras inferiores do clube.

AS PROPOSTAS RECUSADAS:
- Gabriel Veron: Everton-ING (15 mi de euros)
- Patrick de Paula: Benfica-POR (10 mi de euros)
- Gabriel Menino: Shakhtar-UCR e Dínamo-RUS (8 mi de euros)
- Wesley: Grupo City (3 mi de euros)