Mercado abrirá em 8 mins
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,25
    +0,12 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.777,00
    -3,20 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    56.690,91
    +2.927,44 (+5,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.286,28
    -105,43 (-7,58%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.016,65
    -2,88 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    29.106,15
    +136,44 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.685,37
    +2,00 (+0,01%)
     
  • NASDAQ

    13.960,25
    -69,25 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7063
    +0,0202 (+0,30%)
     

Palmeiras encaminha título inédito com mais "estrela" do que bola

Alexandre Praetzel
·2 minuto de leitura
Rony foi o melhor do Palmeiras, com o gol marcado na abertura do placar. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF
Rony foi o melhor do Palmeiras, com o gol marcado na abertura do placar. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

O Palmeiras ficou próximo de mais um titulo sul-americano, após a vitória de 2 a 1 sobre o Defensa Y Justicia, na decisão da Recopa. O resultado foi bem melhor do que a atuação palmeirense, deixando o time com a vantagem do empate no segundo confronto, em Brasília. 

É verdade que os titulares do Palmeiras jogaram juntos pela última vez, na final da Copa do Brasil, dia 07 de março. Mesmo assim, isso não pode servir de desculpa para um desempenho tão abaixo. O meio-campo não funcionou e permitiu que os argentinos fossem dominantes no primeiro tempo, obrigando Weverton a uma ótima defesa e incomodando bastante a defesa do Verdão. Felipe Melo ficou sozinho na marcação, sem o auxílio de Zé Rafael e Veiga. Breno Lopes atuou muito aberto e também não ajudou. Ainda assim, o Palmeiras abriu o placar com a insistência de Rony, em gol de força e velocidade. 

Na segunda etapa, o cenário não mudou e o adversário igualou o escore, depois de ter mais posse de bola, até os 12 minutos. Braian Romero fez o gol com assistência de Walter Bou, infiltrado entre Luan e Felipe Melo. 

Aí, Abel Ferreira colocou Lucas Esteves, Scarpa, Danilo e Patrick de Paula. As mudanças equilibraram os setores, com mais físico e intensidade, mas com pouco poder ofensivo. A estrela do português brilhou com o gol de Scarpa, em boa cobrança de falta, contando com a colaboração do goleiro Unsain. O Defensa teve um gol mal anulado na opinião do blog e o empate seria mais justo por tudo que aconteceu 

Agora, o Palmeiras cresce e vira favorito para levantar um troféu inédito. Antes, terá o desafio de enfrentar o Flamengo, muito superior ao Defensa, na Supercopa do Brasil, em jogo único. Vai precisar aumentar o rendimento para superar o bicampeão brasileiro.