Mercado fechará em 3 h 35 min
  • BOVESPA

    109.203,85
    +1.190,38 (+1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.707,73
    -115,50 (-0,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,99
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.846,00
    +2,80 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    43.151,24
    +802,88 (+1,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.026,80
    +31,54 (+3,17%)
     
  • S&P500

    4.576,70
    +43,94 (+0,97%)
     
  • DOW JONES

    35.308,46
    +279,81 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.560,40
    -29,26 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.267,25
    +233,75 (+1,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1445
    -0,0229 (-0,37%)
     

Palmeiras e Flamengo farão a 5ª final de Libertadores entre times do mesmo país

·2 min de leitura


Chegar em uma final de Libertadores é o sonho de todo clube de futebol da América do Sul. Um momento raro, cobiçado por equipes de todo o continente. Mais raro ainda, no entanto, é o fato de times do mesmo país se encontrarem na grande decisão sul-americana. É o caso de Palmeiras e Flamengo, que se enfrentam neste sábado, às 17 horas, no Estádio Centenário, em Montevideo, no Uruguai.

Em 62 edições da competição - a primeira foi realizada em 1960 -, esta será apenas a 5ª vez em que rivais do mesmo país se encaram na final. Curiosamente, é a 4ª oportunidade em que brasileiros decidem o título frente a frente.

A primeira vez que isso ocorreu foi em 2005, quando Athletico Paranaense e São Paulo disputaram a taça. Após empate em 1 a 1 no jogo de ida, o Tricolor goleou por 4 a 0, no Morumbi, com gols de Amoroso, Luizão, Diego Tardelli e Fabão, e conquistou o seu tricampeonato.

No ano seguinte o fato se repetiu, novamente com o São Paulo na decisão. O adversário, porém, foi o Internacional, que acabou se sagrando campeão ao vencer a partida de ida em terras paulistas por 2 a 1 e segurar o empate em 2 a 2 no Beira-Rio, ficando com a taça pela primeira vez.

Após as dobradinhas brasileiras no início dos anos 2000, duas equipes do mesmo país só voltariam a decidir a Libertadores em 2018, quando River Plate e Boca Juniors se encontraram na grande decisão. Após empate em 2 a 2 em La Bombonera, o River ficou com o título ao bater o rival argentino por 3 a 1 - 1 a 1 no tempo normal - na final disputada no Santiago Bernabéu, na Espanha.

Na temporada passada, outra decisão brasileira. Palmeiras e Santos duelaram no Maracanã, em final única, e o Alviverde terminou com a taça ao bater o Peixe por 1 a 0, gol de Breno Lopes, já nos acréscimos do 2º tempo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos