Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.130,40
    -478,27 (-2,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Palmeiras bate o Juventude e 'pega o elevador' na tabela do Brasileirão

Zé Rafael, Rony e Menino fizeram os gols do Palmeiras na vitória sobre o Juventude (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O Palmeiras venceu o Juventude por 3 a 0, neste sábado, em Caxias do Sul, pela sétima rodada do Brasileirão-2022. Com o resultado, o Verdão pegou o "elevador" e deu uma boa subida na tabela para se aproximar dos líderes com 12 pontos. Os gols foram marcados por Zé Rafael, Rony e Gabriel Menino, nos minutos finais. Já o time da casa tem apenas seis pontos e segue na zona da degola do campeonato.

GALERIA
> Relembre as contratações do Palmeiras na Era Anderson Barros

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Palmeiras se impõe, domina o jogo e abre 2 a 0 no placar

A partida começou com os donos da casa buscando uma pressão alta, sufocando o Palmeiras em sua defesa. Por oito minutos a estratégia deu certo, mas no primeiro ataque palmeirense ela ruiu. Em boa jogada pelo lado direito, Marcos Rocha tocou para Dudu que tabelou com Gustavo Scarpa, o camisa 7 cruzou para trás e Zé Rafael, de perna esquerda, finalizou para o gol para abrir o placar. 1 a 0.

Dali em diante, o time visitante tomou conta do jogo e passou a encontrar ainda mais brechas na defesa do Juve, principalmente Gustavo Scarpa, que jogava livre, sem marcação. Aos 17 minutos, ele achou um espaço e bateu pro gol, passou perto da trave de César. Menos de cinco minutos depois, Jorge cruzou, a bola desviou e "achou" Scarpa que, sozinho, cabeceou por cima da trave.

Com tantas oportunidades e tanto volume, o segundo gol do Palmeiras parecia questão de tempo. Aos 30 minutos, após cobrança de escanteio, a bola passou de um lado para outro da área, até que Murilo tentou um passe e ela sobrou para Rony, de carrinho, tocar para o gol. 2 a 0 para a equipe de Abel Ferreira, que dominava o jogo.

Ainda houve tempo para Rony tentar uma bicicleta, sem sucesso, aproveitando passe primoroso de Danilo, e para Rafael Navarro tentar desviar um chute de Scarpa com a cabeça e quase fazer o terceiro. Mas foi o Juventude que tentou uma pressão no fim e deu susto em Weverton. O cabeceio de Vitor Mendes, porém, foi por cima. Assim, o jogo foi ao intervalo com placar de 2 a 0 para os paulistas.

Palmeiras segue com o controle, faz o terceiro e confirma vitória

Na volta dos vestiários, o Juventude pareceu estar mais atento e conseguiu pressionar o Palmeiras, que retornou disperso, proporcionando duas chances ao adversário em contra-ataques em um espaço de poucos minutos. No primeiro terço da etapa final, as melhores chances palestrinas foram com Scarpa em bolas paradas.

O Palmeiras seguia em queda de produção e dava espaço para o adversário atacar, que por sua vez não conseguia assustar o gol de Weverton. Nas poucas vezes em que conseguiu passar com a bola controlada para o campo ofensivo, era Scarpa quem mais levava perigo chutando de fora da área. Depois foi a vez de Breno Lopes.

Na parte final do segundo tempo, Abel Ferreira resolveu mexer no time e poupar algumas peças. Se a atuação já estava em queda, piorou, mas mesmo assim Danilo conseguiu arriscar um bonito chute e quase fez o terceiro, impedido por César. Em seguida, depois de cobrança de escanteio, quase William Matheus desconta para o Juve. No entanto, nos acréscimos, Gabriel Menino tentou um cruzamento para a área e a bola entrou direto para o gol, fazendo 3 a 0 no placar.

E agora?

Com a vitória, o Palmeiras passa a somar 12 pontos e sobe algumas posições na tabela próximo dos atuais líderes. Na próxima terça-feira, a equipe de Abel Ferreira volta suas atenções para a Libertadores, quando enfrenta o Deportivo Táchira, às 21h30, no Allianz Parque. Já o Juventude fica com seis pontos e permanece na zona de rebaixamento. Próximo jogo é contra o Fortaleza, no sábado.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 0 x 3 PALMEIRAS
Local:
Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data-Hora: 21/5/2022 - 19h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Auxiliares: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Público/Renda: 5.513 pagantes/R$ 108.470,00
Cartões amarelos: Vitor Gabriel, Jadson e Jean (JUV) Abel Ferreira (PAL)
Cartões vermelhos: -
Gols: Zé Rafael (8'/1ºT) (0-1), Rony (30'/1ºT) (0-2) e Gabriel Menino (47'/2ºT) (0-3)

JUVENTUDE: César; Rodrigo Soares (Gabriel Tota, aos 32'/2ºT), Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Jean (Ricardo Bueno, aos 32'/2ºT), Yuri (Bruninho, aos 19'/2ºT) e Jadson; Óscar Ruíz (Vitor Gabriel, aos 9'/2ºT), Guilherme Parede (Paulo Henrique, aos 19'/2ºT) e Pitta. Técnico: Eduardo Baptista.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Kuscevic, Murilo e Jorge; Danilo, Zé Rafael (Atuesta, aos 35'/2ºT) e Gustavo Scarpa (Wesley, aos 32'/2ºT); Dudu (Gabriel Menino, aos 32'/2ºT), Rony (Naves, aos 35'/2ºT) e Rafael Navarro (Breno Lopes, aos 24'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos