Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.403,21
    +916,34 (+1,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Palestinos pedem que Sudão entregue ativos confiscados

·1 minuto de leitura

Por Nidal al-Mughrabi

GAZA (Reuters) - A Autoridade Palestina pediu neste sábado que o governo do Sudão entregue ativos que havia confiscado, como parte de uma investida contra operações sediadas no Sudão para financiar o grupo militante palestino Hamas.

O Sudão era um aliado de longa data do Hamas sob o governo do ex-presidente Omar al-Bashir, mas, desde que ele foi deposto em 2019, as autoridades sudanesas têm assumido o controle de investimentos e empresas que, segundo eles, canalizaram fundos ao grupo islâmico por anos.

“Esperamos que o Estado do #Sudão, que sempre foi um apoiador (povo e governo) da #Palestina, entregue os fundos móveis e imóveis que foram confiscados ao Estado da Palestina e seu Governo”, disse Hussein Al-Sheikh, autoridade sênior palestina próxima ao presidente Mahmoud Abbas, pelo Twitter.

O Hamas - rival do Abbas - disse na sexta-feira que não tinha ligação com empresas e indivíduos visados pela operação do Sudão, dizendo que os ativos confiscados pertenciam a investidores e negócios palestinos.

(Por Nidal Almughrabi, Reportagem adicional de Ali Sawafta em Ramallah e Nafisa Eltahir no Cairo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos