Mercado fechado

País pede devolução de dente de tubarão dado a príncipe britânico; entenda

Redação Notícias
·2 minutos de leitura
A performer practices her mermaid swim next to a shark in an aquarium after graduating from a mermaid workshop in Guangzhou, Guangdong Province, China December 16, 2016. Picture taken December 16, 2016. REUTERS/Tyrone Siu     TPX IMAGES OF THE DAY
A performer practices her mermaid swim next to a shark in an aquarium after graduating from a mermaid workshop in Guangzhou, Guangdong Province, China December 16, 2016. Picture taken December 16, 2016. REUTERS/Tyrone Siu TPX IMAGES OF THE DAY

Malta quer de volta um dente de tubarão pré-histórico que foi dado como presente ao príncipe britânico George pelo naturalista Sir David Attenborough, afirmando que o fóssil deveria ser exposto na ilha onde foi descoberto.

O Palácio de Kensington anunciou o presente no sábado e disse que o dente gigante foi dado ao príncipe de 7 anos quando Attenborough participou de uma exibição privada de seu mais recente documentário ambiental com membros da família real.

Leia também:

Attenborough encontrou o fóssil durante férias em família em Malta no final dos anos 1960, segundo o palácio. Estava incrustado em calcário amarelo e acredita-se que tenha cerca de 23 milhões de anos.

No entanto, o ministro da Cultura de Malta, José Herrera, disse que o dente deveria estar em um museu local e prometeu "dar o pontapé inicial" para recuperá-lo.

“Existem alguns artefatos que são importantes para o patrimônio natural maltês e que acabaram no exterior e merecem ser recuperados”, afirmou Herrera ao Times of Malta, sem dar detalhes de como pretende recuperar o fóssil.

O dente pertencia a um megalodonte, uma espécie extinta de tubarão gigante que pode ter até 16 metros.

Malta foi colônia britânica até 1964.