Mercado fechado
  • BOVESPA

    126.285,59
    +1.673,56 (+1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.344,11
    +433,58 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,41
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.807,70
    +8,00 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    40.026,35
    +1.006,54 (+2,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    938,33
    +8,40 (+0,90%)
     
  • S&P500

    4.400,64
    -0,82 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    34.930,93
    -127,59 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.983,00
    -28,50 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0667
    +0,0082 (+0,14%)
     

País com maior taxa de felicidade sofre para achar mão de obra

·1 minuto de leitura
Helsinki, capital da Finlândia. (Foto: Getty Images)
Helsinki, capital da Finlândia. (Foto: Getty Images)
  • Finlândia sofre com falta de mão de obra.

  • País é considerado o mais feliz do mundo.

  • Saldo positivo migratório precisa dobrar para manutenção de nível de excelência de serviços públicos.

A Finlândia, país localizado no norte da Europa, é hoje considerado o país mais feliz do mundo – de acordo com um ranking que contabiliza o impacto da qualidade de vida de um país sobre sua população. Mas seus governantes enfrentam um problema: a escassez de mão de obra.

Leia também:

Hoje, a Finlândia possui um déficit de mão de obra que é um dos piores da Europa, segundo reportagem da revista Exame. Mesmo recorrendo a trabalhadores estrangeiros, a Finlândia sobre para conseguir mão de obra suficiente.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Com uma população envelhecendo, a proporção de trabalhadores em idade ativa para aposentados está diminuindo, e nos próximos anos deve colocar o país próximo do Japão nesse quesito, que lidera no mundo nesse sentido.

Entre os países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), a Finlândia já é o que tem o maior déficit de trabalhadores qualificados.

Segundo estimativas do governo, será necessário uma migração anual positiva de 20 a 30 mil pessoas, o dobro do atual, para que os serviços públicos sejam mantidos em níveis de excelência.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos