Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.954,46
    -60,47 (-0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Painel solar de nave de cargas falha enquanto ela voa rumo à ISS

A nave cargueira Cygnus, da Northrop Grumman, foi lançada rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) nesta segunda-feira (7), mas apresentou uma anomalia enquanto avança até seu destino. É que, embora tudo tenha corrido bem no lançamento, a nave conseguiu abrir apenas um de seus dois painéis solares, após se separar do foguete Antares.

O foguete foi lançado às 7h32 (horário de Brasília) do Mid-Atlantic Regional Spaceport (MARS), da NASA. Originalmente, o lançamento estava programado para o domingo (6), mas acabou adiado quando faltavam cerca de 15 minutos para o foguete deixar o solo devido ao acionamento de um alarme de incêndio, seguido da evacuação do centro de controle da missão.

Nave cargueira Cygnus fotografada enquanto chegava à ISS, em fevereiro (Imagem: Reprodução/NASA)
Nave cargueira Cygnus fotografada enquanto chegava à ISS, em fevereiro (Imagem: Reprodução/NASA)

Os membros da missão estão investigando o que aconteceu com o painel solar, mas a boa notícia é que, mesmo com o ocorrido, a nave pode conseguir chegar à estação. “A Northrop Grumman relatou à NASA que a Cygnus tem energia o suficiente para realizar sua manobra com a Estação Espacial Internacional na quarta-feira, dia 9”, escreveu a agência espacial, em um comunicado.

O veículo recebeu o apelido “SS Sally Ride” em homenagem a Sally Ride, astronauta que fez história ao se tornar a primeira mulher norte-americana a ir ao espaço, em 1983. A nave está transportando suprimentos para os astronautas na estação, hardware para veículos, equipamentos científicos e para spacewalks e recursos computacionais.

Junto das naves russas Progress e as Dragon, da SpaceX, as naves Cygnus são algumas das poucas que transportam cargas para a ISS. Após cumprirem suas respectivas missões, as Cygnus e Progress retornam para serem queimadas na atmosfera da Terra, enquanto as Dragon são reutilizáveis.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: