Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,40 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,55
    +1,05 (+1,16%)
     
  • OURO

    1.807,30
    -5,00 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    23.735,74
    +598,95 (+2,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,47
    +28,25 (+5,32%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,10 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.384,50
    +353,00 (+2,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2351
    +0,0024 (+0,05%)
     

Painel de Controle começa a "ser aposentado" no Windows 11

·3 min de leitura

O Windows 11 pode finalmente marcar o fim do Painel de Controle. Mudanças implementadas em atualizações recentes do sistema operacional levam algumas funções tradicionais do componente clássico ao novo menu e, segundo as compilações de testes, a transição pode se tornar ainda mais evidente em breve.

Desde os primeiros dias do Windows 11, o Painel de Controle clássico já estava menos útil do que o normal. Contudo, foi a partir de dezembro que mais alterações ressaltaram essa característica: no início do mês, a seção perdeu as “Configurações de compartilhamento avançadas” e, mais recentemente, a área inteira de “Programas e Recursos” foi realocada.

O Painel de Controle é praticamente o mesmo desde o Windows XP, mas ele foi lançado em 1985, no Windows 1.0 (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)
O Painel de Controle é praticamente o mesmo desde o Windows XP, mas ele foi lançado em 1985, no Windows 1.0 (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Segundo a dona do Windows, este seria “um esforço contínuo de levar opções do computador do Painel de Controle para o app Configurações”. Considerando a afirmação, essas mudanças recentes não serão as únicas.

O objetivo sempre foi esse

A Microsoft introduziu o app Configurações no Windows 8, lançado em 2012, numa tentativa de dar “novos ares” para áreas importantes do sistema operacional. Foi no Windows 10, porém, que a desenvoldeora começou a migrar opções do menu antigo para o novo, mas essa transição foi suspensa por um período e o SO ficou com áreas redundantes.

A transição acontece de uma forma mais acessível para os usuários. Em vez de as ferramentas serem colocadas no novo endereço, sem deixar rastros, os links delas ainda permanecem no Painel de Controle. É ao clicar nesses atalhos que o usuário é encaminhado para o app Configurações, então o caminho para encontrar os recursos ainda é o mesmo.

Portanto, aparentemente a Microsoft não só quer fazer a migração de opções, como também adaptar a base de usuários para isso. Esse tratamento não só é importante para não preservar a familiaridade da comunidade, como também para mostrar onde elas ficam nas Configurações.

Painel de Controle ainda é mais completo

A transição de ferramentas de uma área para a outra não deve significar nenhuma perda em funcionalidades, mas a forma de alcançar recursos será bastante diferente. Quem mais deve sentir estranheza no novo modelo serão os usuários avançados do Windows, aqueles que se acostumaram com o Painel de Controle há décadas — ele foi lançado em 1985.

O app Configurações ainda não é 100% independente das áreas antigas do sistema (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)
O app Configurações ainda não é 100% independente das áreas antigas do sistema (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Outro fator, também, é na adaptação de ferramentas para o menu novo. O Painel de Controle, hoje, é bastante robusto em funcionalidades e coesão. O menu de Configurações, por outro lado, ainda recorre a janelas complementares (no padrão antigo) para apresentar funções já integradas, como as propriedades do adaptador de vídeo, nas configurações de tela — sendo assim, ainda exige certo amadurecimento.

Portanto, seria interessante que o Painel de Controle coexistisse com o menu de Configurações, nem que seja até que todas as configurações sejam reunidas num lugar só. No atual estado, testadores precisam lidar com múltiplas janelas, de diferentes programas, para ajustar simples configurações no computador, o que está longe de ser o ideal.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos