Mercado fechará em 3 h 35 min
  • BOVESPA

    120.320,78
    +258,79 (+0,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.881,47
    +13,85 (+0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,53
    +0,18 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.779,10
    -14,00 (-0,78%)
     
  • BTC-USD

    54.852,72
    -1.272,44 (-2,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.290,16
    +47,10 (+3,79%)
     
  • S&P500

    4.175,35
    +1,93 (+0,05%)
     
  • DOW JONES

    34.100,90
    -36,41 (-0,11%)
     
  • FTSE

    6.938,24
    +42,95 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.903,50
    -15,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5955
    -0,1065 (-1,59%)
     

Mesmo após pai morrer de Covid-19, mulher descumpre decreto e promove festa em SC

·1 minuto de leitura
PM realiza fiscalização de normas sanitárias em Santa Catarina - Foto: Divulgação/Polícia Militar
PM realiza fiscalização de normas sanitárias em Santa Catarina - Foto: Divulgação/Polícia Militar

Santa Catarina é um dos estados brasileiros mais pressionados pela pandemia do novo coronavírus nas últimas semanas. O quadro grave enfrentando pelos catarinenses permitiu uma situação, no mínimo, inusitada. Uma morada de Braço do Norte perdeu o pai para a Covid-19 e na sequência promoveu uma festa. O episódio aconteceu no último sábado (13).

Como o evento contraria as medidas sanitárias restritivas vigentes no estado, a Polícia Militar foi acionada. De acordo com informações do G1, a dona da casa então afirmou aos agentes que seu pai, que morrera recentemente, gostava muito de festas. Triste pelo óbito, ela então resolveu chamar alguns amigos para um encontro.

Leia também:

Ainda conforme a apuração do G1, ao menos 20 pessoas estavam no local. Os convidados não usavam máscaras e estariam ainda dividindo copos de bebidas.

Um boletim de ocorrência foi registrado e os convidados foram aconselhados a voltarem para suas respectivas casas. A PM diz que a morte do pai da responsável pela festa aconteceu na última quinta-feira (11).

O caso deve ser levado ao Juizado Criminal Especial. As identidades das pessoas que foram autuadas nas festas não foram divulgadas.

Santa Catarina está sob decreto estadual que proíbe reuniões e atividades não essenciais no final de semana. A medida é para tentar frear a propagação do vírus que já matou, de acordo com o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), 8.695 pessoas no estado até essa segunda-feira (15).