Mercado fechará em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    123.670,33
    -2.333,53 (-1,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.898,81
    +1,02 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,34
    -0,57 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.800,60
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    37.810,26
    -1.476,86 (-3,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    894,31
    +18,08 (+2,06%)
     
  • S&P500

    4.380,05
    -42,25 (-0,96%)
     
  • DOW JONES

    34.947,45
    -196,86 (-0,56%)
     
  • FTSE

    6.996,08
    -29,35 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.086,43
    -1.105,89 (-4,22%)
     
  • NIKKEI

    27.970,22
    +136,93 (+0,49%)
     
  • NASDAQ

    14.811,50
    -306,25 (-2,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1245
    +0,0142 (+0,23%)
     

Pai de Britney Spears continua responsável pela tutela da cantora, decide juíza

·2 minuto de leitura

Na semana passada, a cantora Britney Spears fez um depoimento na corte sobre os abusos cometidos pelas pessoas responsáveis pela sua curatela, principalmente o pai, e chocou o mundo com as suas declarações. Mas na última quarta-feira (30), uma decisão judicial foi contra o que a artista e o movimento #FreeBritney clamam: o pai continuará cuidando da vida pessoal e profissional da filha, ao menos por enquanto.

De acordo com informações obtidas por sites de entretenimento internacionais, como a Variety e o TMZ, o pedido para que o pai de Britney, Jamie Spears, seja removido da tutela da cantora foi negado. A notícia, no entanto, não se refere ao pedido que tomou conta da mídia na semana passada, mas sim de um feito ainda em 2020.

Segundo o conteúdo dos documentos, o advogado da artista, Samuel D. Ingham III, entrou na justiça em novembro do ano passado alegando que a cliente estava com medo do pai. Na época, em vez da remoção de Jamie, foi definido que ele seria corresponsável pela tutela de Britney junto à empresa de finanças Bessemer Truss, e a decisão foi confirmada nesta semana.

<em>Imagem: Divulgação/The New York Times/Hulu</em>
Imagem: Divulgação/The New York Times/Hulu

A situação de Britney Spears veio à tona no mundo em fevereiro deste ano, com o lançamento do documentário Framing Britney Spears, criado pelo The New York Times. Nele, vemos que a carreira e a vida pessoal de Britney foi prejudicada devido à pressão da mídia, o que fez com que a sua família decidisse controlar a sua saúde mental, reter seus bens e tomar as decisões por ela, alegando que ela não teria a capacidade para isso.

A curatela já dura 13 anos e, na semana passada, Britney deu detalhes sobre como vem sendo esse período e revelou sofrer abusos. Entre as declarações mais chocantes estão a que a cantora vem tomando medicamentos fortes contra a sua vontade, como o lítio, que foi obrigada a se apresentar em shows há alguns anos, e que não tem permissão para retirar um método contraceptivo de seu corpo. Há anos, um movimento chamado #FreeBritney foi criado pelos fãs para ajudar na sua liberdade.

Você pode assistir ao documentário Framing Britney Spears no Globoplay.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos