Mercado abrirá em 3 hs
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,70
    +0,95 (+1,59%)
     
  • OURO

    1.727,20
    -6,40 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    51.380,79
    +2.420,79 (+4,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.028,11
    +40,02 (+4,05%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.693,18
    +79,43 (+1,20%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.150,75
    +95,50 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8704
    +0,0083 (+0,12%)
     

Com nova operação, UOL embolsa US$ 3 bi em vendas de ações da PagSeguro

Maria Luiza Filgueiras, Flávia Furlan e Álvaro Campos

Valor equivale a operações realizadas desde janeiro de 2018, quando empresa fez seu IPO Na nova oferta de ações anunciada pela PagSeguro, o acionista UOL pretende vender 16,75 milhões de ações de classe A que, ao preço de negociação na Nyse de US$ 40,09, somariam US$ 671,5 milhões. Na tranche secundária do follow-on feito em junho do ano passado, o UOL ficou com US$ 627,4 milhões ao vender 21,45 milhões de ações, e mais US$ 135 milhões do lote suplementar, exercido pelos bancos coordenadores com preço descontado, totalizando US$ 762,4 milhões. Já na oferta inicial (IPO), em janeiro de 2018, levantou US$ 1,17 bilhão na oferta secundária base e outros US$ 310 milhões com lote suplementar com desconto de taxas de comissões. Assim, em três operações em menos de dois anos, o UOL deve somar US$ 2,92 bilhões em venda de participação na PagSeguro. Na atual oferta, também pode haver exercício de lote suplementar, no montante de 2,5 milhões de ações — cerca de US$ 90 milhões adicionais, considerando o preço de hoje e o desconto aplicado em lotes suplementares anteriores, elevando o montante para US$ 3 bilhões. Divulgação/Facebook Para dar uma dimensão de valores, considerando o câmbio atual, esse montante representa três anos e meio de lucro líquido da Cielo, tomando como referência o balanço de 2018. A Cielo é a maior empresa do setor e principal concorrente da PagSeguro. Além do UOL, os principais acionistas da PagSeguro atualmente são Capital World Investors, com 30,1% das ações classe A; Artisan Partners, com 6,4%; Melvin Capital, com 5,8%; e Janus Capital, com 5,0%. O UOL pertence ao Grupo Folha. Morgan Stanley e Goldman Sachs são os coordenadores globais da oferta anunciada hoje. Resultado trimestral A PagSeguro também divulgou nesta terça-feira os resultados preliminares do terceiro trimestre de 2019. A credenciadora disse que o volume de pagamentos processados (TPV) deve atingir aproximadamente R$ 29,4 bilhões, com alta de 44,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita líquida com transações e outros serviços e a renda financeira devem alcançar aproximadamente R$ 1,380 bilhão, com alta de 39,9%. Os custos com transações devem chegar a R$ 465 milhões, com expansão de 42,4%. A companhia diz ainda que os gastos com propaganda e marketing devem aumentar, mas não revela números. Com isso, o lucro antes de impostos deve atingir entre R$ 450 milhões e R$ 465 milhões no terceiro trimestre, o que representa um aumento entre 40,4% e 45,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. O lucro líquido deve ficar entre R$ 330 milhões e R$ 340 milhões, com avanço entre 42,5% e 46,8%. No padrão non-GAAP, o lucro líquido deve ficar entre R$ 377,5 milhões e R$ 387,5 milhões, com crescimento de 30% a 33,4%. PagSeguro quer entrar na disputa pelo crédito Guerra das 'maquininhas' continua acirrada em 2019 'Subcredenciadoras' avançam sobre mercado de gigantes Segundo a PagSeguro, o total de clientes ativos das maquininhas de cartão deve ter superado levemente 5 milhões ao fim de setembro. Além disso, o PagBank já tem mais de 1,9 milhão de clientes. A companhia informou que a "take rate" líquida - indicador de quanto a empresa ganha a cada transação - deve ficar em aproximadamente 3,11% no terceiro trimestre, estável em relação ao ano anterior. As ações da PagSeguro operam em forte queda no pré-mercado da Bolsa de Nova York na manhã desta terça-feira, após a companhia anunciar o follow-on e os resultados preliminares do terceiro trimestre. Por volta das 9h08, o papel recuava 7,39%, a R$ 42,87. Neste ano, a ação da PagSeguro acumula alta de 147,14% até o fechamento de ontem. Em 12 meses, o avanço é de 52,17%.