Mercado fechará em 1 h 55 min
  • BOVESPA

    104.983,17
    +516,93 (+0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.020,90
    +93,52 (+0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,27
    +0,77 (+1,16%)
     
  • OURO

    1.779,40
    +16,70 (+0,95%)
     
  • BTC-USD

    54.857,68
    -1.590,11 (-2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.389,87
    -51,89 (-3,60%)
     
  • S&P500

    4.511,33
    -65,77 (-1,44%)
     
  • DOW JONES

    34.402,81
    -236,98 (-0,68%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.613,00
    -375,50 (-2,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4152
    +0,0350 (+0,55%)
     

Pacheco diz que Petrobras deve participar de debate sobre projeto que muda regras do ICMS

·1 min de leitura

BRASÍLIA - Após se reunir com governadores nesta quinta-feira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que a Petrobras deve participar do debate sobre o projeto que muda as regras de ICMS sobre combustíveis, em tramitação na Casa. Pacheco voltou a dizer que a estatal possui uma "função social" a cumprir diante da alta dos preços.

— Ouvimos as demandas dos governadores. Há uma convergência por parte deles, primeiro da premissa de que o ICMS não é o único problema da composição de preços de combustíveis, tampouco é o problema principal relativamente ao preço alto dos combustíveis atualmente no Brasil. Disseram da importância de se discutir uma política de preços de combustíveis no Brasil e a própria participação da Petrobras nessa solução — disse Pacheco.

— Já que estamos ouvindo governadores e seu secretários de Fazenda, eu acho legitimo que possamos ouvir a Petrobras, que muitos têm dito, inclusive eu, tem que tomar parte desse problema — reforçou.

O presidente do Senado declarou que os governadores também defenderam a proposta de emenda à constituição (PEC) da reforma tributária ampla, relatada pelo senador Roberto Rocha (PSDB-MA) e que também tem sido defendida reiteradamente por Pacheco.

— Ficamos de evoluir e desdobrar essa primeira reunião em outras reuniões para amadurecermos esse projeto e identificar caminho de consenso em relação a essa questão da tributação dos combustíveis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos