Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.807,20
    +948,34 (+0,89%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.947,99
    +342,43 (+0,68%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,73
    +2,24 (+3,22%)
     
  • OURO

    1.786,70
    +7,20 (+0,40%)
     
  • BTC-USD

    50.385,84
    +1.208,00 (+2,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.300,56
    -20,72 (-1,57%)
     
  • S&P500

    4.675,01
    +83,34 (+1,82%)
     
  • DOW JONES

    35.633,77
    +406,74 (+1,15%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.272,75
    +430,00 (+2,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3382
    -0,0854 (-1,33%)
     

Pacheco considera levar PEC dos precatórios direto a plenário e garante celeridade ao texto no Senado

·1 min de leitura
rodrigo pacheco.jpg

BRASÍLIA — O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta quarta-feira que considera levar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos precatórios direto ao plenário da Casa e garantiu que dará a “celeridade devida” ao texto, atualmente em análise na Câmara dos Deputados.

Saiba mais:

— Temos a obrigação de dar essa solução, esse andamento. Portanto, tão logo a Câmara dos Deputados aprove essa PEC, eu vou cuidar para que o Senado faça o mesmo, com o tempo necessário de reflexão, mas também com a ligeireza necessária para poder dar uma solução definitiva a esse problema que tem atormentado o Brasil — disse Pacheco a jornalistas.

Ele afirmou que acredita em uma convergência entre o Senado, a Câmara e o governo federal para garantir o pagamento dos precatórios dentro do teto de gastos e, ao mesmo tempo, com o espaço fiscal necessário para se abrigar um programa social, em referência ao novo Bolsa Família.

Pacheco garantiu que “não há hipótese alguma” de se travar a apreciação da PEC dos Precatórios:

— Em relação aos precatórios, eu participei das discussões e dei esse compromisso de dar andamento a essa solução com a PEC dos precatórios. Não há hipótese alguma de se travar isso, de não apreciar isso.

Na mesma linha, ele também falou sobre críticas do Palácio do Planalto e da equipe econômica sobre a tramitação da reforma do Imposto de Renda, que está na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) desde setembro.

— O Projeto de Lei do Imposto de Renda não está travado no Senado, ele está seguindo o caminho lógico de ser apreciado pela CAE. Não há decisão do Senado de não votar o projeto. Há um amadurecimento normal no Senado em relação ao IR — destacou, sem dar uma previsão de quando a matéria será apreciada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos