Mercado abrirá em 7 h 3 min
  • BOVESPA

    107.937,11
    -1.004,57 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,64
    +0,33 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.842,50
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    36.087,52
    +109,62 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    821,53
    +10,93 (+1,35%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    27.113,13
    -475,24 (-1,72%)
     
  • NASDAQ

    14.318,50
    -182,50 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2127
    -0,0160 (-0,26%)
     

Países pobres rejeitam 100 milhões de doses de vacinas perto do vencimento

·2 min de leitura
(Arquivo) Policial observa lote de vacinas vencidas contra a covid sendo destruídas em Abuja, Nigéria, em 22 de dezembro de 2021 (AFP/Kola Sulaimon) (Kola Sulaimon)

Os países pobres rejeitaram em dezembro cerca de 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 que foram doadas com prazo de validade muito curto, informou nesta quinta-feira (13) uma representante do Unicef.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) acusou em diversas oportunidades os países ricos de represarem as vacinas e ofertarem aos países pobres imunizantes muito próximos do vencimento, o que classificou de "vergonha moral".

No final de dezembro, a Nigéria incinerou mais de 1 milhão de doses doadas da vacina AstraZeneca com vida útil muito curta e que perderam a validade antes que pudessem ser usadas.

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que tem papel logístico na distribuição de vacinas, os países estão se recusando a receber imunizantes muito próximos do fim da validade.

Em dezembro, "mais de 100 milhões de doses foram rejeitadas", declarou a diretora da divisão de suprimentos do Unicef, Etleva Kadilli, a uma comissão no Parlamento Europeu.

"A maioria das negativas se deve à data de validade", frisou.

Kadilli explicou que os países precisam de doses que possam ser conservadas por algum tempo para poder planejar as campanhas de vacinação e chegar a populações que vivem em áreas de difícil acesso.

Em outubro e em novembro, 15 milhões de doses oferecidas pela União Europeia foram recusadas pelos países pobres. Destas, 75% eram vacinas da AstraZeneca que teriam uma vida útil inferior a dez semanas quando fossem efetivamente entregues.

Em todo o mundo, 9,4 bilhões de doses de vacinas contra a covid-19 foram administradas, informou hoje o diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. Contudo, o responsável apontou que mais de 90 países não atingiram a meta de vacinar 40% da população até o fim de 2021.

"Mais de 85% da população africana, ou seja, 1 bilhão de pessoas, ainda não recebeu a primeira dose", destacou Tedros.

bur-rjm-apo/mm/an/mb/rpr/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos