Mercado fechará em 5 h 55 min
  • BOVESPA

    112.450,43
    -1.343,85 (-1,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.924,16
    -268,17 (-0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,78
    -0,83 (-1,14%)
     
  • OURO

    1.753,00
    -3,70 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    47.364,05
    -251,23 (-0,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.204,24
    -21,29 (-1,74%)
     
  • S&P500

    4.448,35
    -25,40 (-0,57%)
     
  • DOW JONES

    34.629,02
    -122,30 (-0,35%)
     
  • FTSE

    7.017,37
    -10,11 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2772
    +0,0924 (+1,49%)
     

Países pobres devem receber menos vacinas da covid que o esperado, diz COVAX

·2 minuto de leitura

Apenas 1,9% das pessoas em países de baixa renda receberam pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19, segundo dados da plataforma Our World in Data. Para o final deste ano, o cenário de imunização desses países contra o coronavírus SARS-CoV-2 não deve melhorar significativamente. Isso porque, de acordo com o programa COVAX Facilitiy — coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para a distribuição mais igualitária de imunizantes no globo —, menos doses serão entregues para essas nações do que o esperado.

O COVAX Facility planeja entregar 785 milhões de doses de imunizante contra a covid-19 para inúmeros países do globo neste ano. No entanto, apenas 245 milhões de doses foram, de fato, enviadas. A maioria dos lotes foi despachada na forma de doação para os países mais pobres. Em paralelo, taxas melhores foram negociadas para o envio aos países em desenvolvimento ou ricos, como o Brasil e o Canadá.

Distribuição de vacinas contra a covid-19 para países pobres será menor que a esperada (Imagem: Reprodução/Nelsonart/Envato Elements)
Distribuição de vacinas contra a covid-19 para países pobres será menor que a esperada (Imagem: Reprodução/Nelsonart/Envato Elements)

Por que menos doses das vacinas da covid serão entregues?

Para contornar a falta de vacinas contra covid-19 nos países mais pobres, a OMS pediu às nações ricas que esperassem até o final do ano para aplicar as doses de reforço, só que o pedido de moratória repercutiu pouco entre os países.

"Não vou ficar calado enquanto as empresas e países que controlam o fornecimento global de vacinas pensarem que os pobres do mundo devem ficar satisfeitos com as sobras", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, na última quarta-feira (8). Na mesma coletiva, Ghebreyesus pediu que as promessas de doações de imunizantes fossem respeitadas.

Outros pontos que afetaram os planos de distribuição de imunizantes foram: problemas com uma grande fábrica de vacinas na Índia; a dificuldade em se ampliar a produção de doses da Covishield (AstraZeneca/Oxford) e da fórmula da Janssen (Johnson & Johnson); e a aprovação tardia do imunizante da Novavax.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos