Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,42
    +0,52 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.835,90
    +4,60 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    58.345,95
    -184,77 (-0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,29 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,85 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,42 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.739,25
    +29,50 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3693
    +0,0042 (+0,07%)
     

S&P lança índices de criptomoedas baseados em Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH)

Nicholas Pongratz
·2 minuto de leitura

A S&P Dow Jones Indices lançou três novos índices baseados em criptomoedas, os S&P Digital Market Indices.

O S&P Bitcoin Index (SPBTC) é, naturalmente, baseado na performance do Bitcoin (BTC). Já o S&P Ethereum Index (SPETH) é baseado em Ethereum (ETH). Enquanto isso, o S&P Cryptocurrency MegaCap Index (SPCMC) analisa a performance das duas criptomoedas. Por outro lado, ele também registra a capitalização do mercado.

O objetivo dos índices de criptomoedas é monitorar a performance dos ativos digitais. Mais especificamente, aqueles listados em exchanges transparentes conhecidas, ou seja, aquelas que atingem os critérios de um valor mínimo de liquidez e capitalização. Segundo a S&P Dow Jones, a proposta é “dar transparência ao mercado emergente de criptomoedas”.

A líder mundial de índices financeiros já havia dito que lançaria índices de criptomoedas até o fim de 2021, além de afirmar que até o final deste ano eles devem acrescentar novas criptomoedas e indicadores mais abrangentes. Além de ampla capitalização e benchmarks de mercado mais amplos e, com o tempo, aumentar a cobertura para cerca de 550 ativos digitais.

O motivo por trás dos índices de mercados digitais

Ao mesmo tempo em que o investimento em criptomoedas aumenta, investidores sentem uma necessidade crescente para fornecer aos seus clientes as ferramentas que eles precisam para “acessar e avaliar esta emergente classe de ativos baseados em tecnologia”. Com o Digital Market Indices, a S&P DJI quer mitigar alguns dos riscos associados à volatilidade do mercado.

“Mercados financeiros tradicionais e ativos digitais não são mais mercados mutualmente excludentes”, afirma o chefe de inovação e estratégia global da S&P Dow Jones Indices, Peter Hoffman. “Conforme as criptomoedas ficam mais mainstream, os investidores precisam de acesso a benchmarks confiáveis e transparentes reforçados por dados institucionais de preços de qualidade”, reforça.

Dados da Lukka

A Lukka provê dados usados para os índices para determinar a validade dos preços dos ativos digitais. A empresa, baseada em Nova York, trabalha com softwares de criptomoedas, contabilidade e dados. Especificamente os dados de seus produtos Lukka Reference Data e Lukka Prime, sendo que o último calcula os dados de preço do índice às 4h EST.

Segundo o anúncio, a Lukka fornece serviços de dados de ativos digitais para instituições, que incluem administração e audição de fundos, que são usados em mais de 160 fundos de cripto ativos. Entre os investidores da empresa estão a S&P Global, além do investidor bilionário George Soros e a consultoria financeira CPA.com.

O artigo S&P lança índices de criptomoedas baseados em Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.