Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.282,90
    -68,81 (-0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

S&P 500 vai abaixo de 3.900 pontos por temores de desaceleração global

Placa de Wall Street, em Nova York

(Reuters) - O índice norte-americano S&P 500 caiu abaixo da marca de 3.900 pontos na abertura desta sexta-feira, rompendo um nível que operadores consideram ser um suporte importante, depois que um alerta de lucro da empresa de entregas FedEx assustou investidores já preocupados com aumentos agressivos de juros.

O índice referencial está agora apenas 5,8% acima de seu menor nível de fechamento alcançado em meados de junho, conforme um rali visto durante o verão norte-americano em Wall Street continua a ser revertido em meio a temores de aumentos acentuados nos juros e deterioração no crescimento dos lucros corporativos.

Os principais índices de Wall Street estavam sendo negociados nos menores patamares em dois meses, com o S&P 500 caindo 0,52%, a 3.880,95 pontos, logo após a abertura.

O Dow Jones Industrial Average recuava 0,31%, a 30.866,61 pontos, e o Nasdaq Composite perdia 1,31%, para 11.401,21 pontos.

(Por Devik Jain e Sruthi Shankar)