Mercado fechado

S&P 500 ronda recordes em meio a balanços; Alphabet pressiona Nasdaq

Por Arjun Panchadar

Por Arjun Panchadar

(Reuters) - O índice acionário S&P 500 operava próximo ao seu nível recorde nesta terça-feira, amparado por balanços positivos das farmacêuticas Merck e Pfizer, enquanto um decepcionante lucro trimestral da Alphabet mantinha o Nasdaq em território negativo.

Às 12:00 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,2%, a 27.144 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,182601%, a 3.045 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,19%, a 8.310 pontos.

O índice de referência S&P 500 atingiu seu recorde histórico na segunda-feira, impulsionado pelas esperanças de um acordo comercial entre Estados Unidos e China e expectativas de um outro corte de juros pelo Federal Reserve.

Merck & Co subia 2,19%, depois que seu lucro trimestral superou as expectativas dos analistas, enquanto Pfizer ganhava 3%, após a empresa elevar sua previsão de ganhos para 2019.

Sete dos principais setores do S&P 500 operavam em alta, liderados pelo setor de saúde, que subia 0,66%.

As ações da Alphabet, no entanto, caíam 2,1%, uma vez que o lucro trimestral da líder de pesquisas na web ficou abaixo das estimativas, devido a custos mais altos. Suas ações provocavam uma queda de 0,81% no setor de serviços de comunicação.

Os resultados do terceiro trimestre das empresas do S&P 500 estão sendo melhores do que o esperado, com mais de 78% das 204 empresas que reportaram resultados superando as expectativas de lucro, segundo dados da Refinitiv.